Bar de Nova Iguaçu é bicampeão no concurso Comida di Buteco, com petisco de inspiração familiar

0
34


Para saborear o melhor petisco do Rio é preciso ir na Baixada Fluminense. Isso porque, pela segunda vez consecutiva, a faixa de campeão do concurso Comida di Buteco, que elege as mais saborosas iguarias servidas nos bares da capital e cidades vizinhas foi para o Buteco do Portuga, de Nova Iguaçu, que , com o seu “Roupa Velha” agora vai se preparar para disputar a etapa nacional em busca do título de melhor buteco do Brasil. O estabelecimento desbancou os outros 71 concorrentes, incluindo bares da Zona Sul carioca.

O petisco campeão são bolinhos de aipim recheado com roupa velha de bacalhau. Servido com molho de pimenta especial e molho pesto de azeitona. A inspiração veio de casa, segundo Paulo Sérgio Faria, o Paulinho dono do buteco bicampeão.

— A felicidade é imensa de representar a Baixada Fluminense. Meu petisco foi em homenagem a minha mãe, que criou seus filhos lavando roupa e por isso foi servido num tanque. Ali estava minha história de vida todinha representada num petisco — comemorou o bicampeão.

Devido a pandemia, pela primeira vez na história do concurso, nenhum dos 72 participantes da atual edição foi desclassificado. As restrições impostas para o combate ao coronavírus adiaram a edição desse ano por quatro vezes.

Pelo mesmo motivo, a 21ª edição do Comida di Buteco incoporou o foco no delivery. Outra novidade foi a campanha “Salve os Butecos”, para ajudar os estabelecimentos em dificuldade financeira. O valor arrecado pela vaquinha on-line, ainda não divulgado, será dividido igualmente entre os participantes.

A escolha dos vencedores do Comida di Buteco se dá por votação do público e de um corpo de jurados. Cada qual, com peso de 50% da nota. A avaliação leva em conta quatro quesitos: petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene, sendo o petisco responsável por 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma.

O concurso é realizado simultaneamente em 21 cidades, sendo que desde 2016 os vencedores locais participam da etapa nacional, que elege o melhor entre os melhores.

Os donos do bar, Paulinho e Anick, com o petisco campeão
Os donos do bar, Paulinho e Anick, com o petisco campeão Foto: Divulgação

Conheça os demais colocados:
2º lugar — Folia do Boi, no Cachambi

Petisco: Folia no Mar – Casquinhas crocantes de aipim, recheadas com creme de camarão ao leite de coco, azeite de dendê e coentro. Acrescidas de camarões grelhados no azeite extra virgem e finalizados com farofa de dendê, salsa e lascas de parmesão.
3º lugar — Cine Botequim, Centro

Petisco: Eu, Tu e Eles – Copinhos de aipim frito, recheados de moela na cerveja escura, coberto com queijo gratinado e farelo crocante de aipim

4º lugar — Taberna 564, Cosme Velho

Petisco: E agora o que é que eu faço a batata baroa chegou no pedaço – Stew (mexidão de carne com batata baroa) acompanhado de abobrinha e anéis de cebola empanados e temperados com especiarias.

5º lugar — Pasta da Nona, Vila São Luiz – Duque de Caxias

Petisco: La Terra Nostra – Esse delicioso pão italiano faz parte do caderno secreto da Nonna. A receita é simples: um maravilhoso pão regado com molho de tomate da Nonna, recheado com carne assada, requeijão e muçarela. E ainda vem uma farofinha crocante e uma geleia de cebola. Isso tudo lembrando a boa e velha comida de VÓ!





Fonte: G1