Avenida Brasil lidera ranking de colisões com vítimas no Rio

0
9


Com 58,5 quilômetros de extensão, a Avenida Brasil é via expressa mais importante da cidade. Mas, além do gigantismo, ela também se destaca pelo alto número de colisões. No ano passado, foi a líder do triste ranking de acidentes com vítimas no Rio: 408 ocorrências — média de 7,8 casos por semana, ou um por dia — mais do que o dobro da segunda colocada, a Avenida das Américas, com 157. Além de a Brasil receber milhares de carros por dia, motoristas citam ainda problemas na pavimentação como fatores que podem contribuir para o índice.

Apesar de ser a primeira em número de acidentes, a Avenida Brasil é a nona via da cidade onde houve mais emissão de multas por equipamentos eletrônicos — que flagram excesso de velocidade e ultrapassagem de sinal vermelho — em 2020.

Ao identificar a queda de arrecadação com a cobrança de multas — os R$ 116 milhões arrecadados em 2020 ficaram 63% abaixo do valor de 2018 e 46% inferior ao de 2019 — a prefeitura decidiu lançar um programa de Acordo de Resultados, conforme revelou O GLOBO, que pretende dar bônus salarial a servidores, se a meta de arrecadação do município em 2021 com multas, de R$ 291,9 milhões, for alcançada.

Pelo Acordo de Resultados, a prefeitura oferecerá um bônus de 1,2 salário para funcionários da CET-Rio e da Secretaria municipal de Transportes caso o município bata em até 65,28% a arrecadação com multas eletrônicas de trânsito (pardais e lombadas) em relação à prevista no orçamento de 2021. A meta é obter uma receita recorde de R$ 291,9 milhões, contra os R$ 176,6 milhões estimados. Nos quatro primeiros meses do ano, porém, a arrecadação foi 73% inferior ao mesmo período de 2018. Na semana passada, vereadores apresentaram um Projeto de Decreto Legislativo contra a medida.

Leia aqui a matéria completa, exclusiva para assinantes.





Fonte: G1