Alça do Gasômetro promete desafogar trânsito no entorno da rodoviária e facilitar acesso à Zona Sul

0
84


A nova alça de ligação entre o Viaduto do Gasômetro e o Túnel Marcello Alencar vai passar pela prova de fogo nesta terça-feira, primeiro dia útil de funcionamento no rush matutino desde sua abertura ao trânsito na última sexta-feira, por volta das 11h. O trecho deve desafogar o trânsito no entorno da Rodoviária Novo Rio, já que os motoristas vindos da Avenida Brasil, Linha Vermelha e Ponte Rio-Niterói e que têm como destino o Aeroporto Santos Dumont e a Zona Sul da cidade não vão precisar mais passar pelo terminal. Os carros vão subir a alça na altura do Gasômetro, em São Cristóvão, e descer no começo da Avenida Rodrigues Alves. A prefeitura estima que em tono de 15 mil veículos, por dia, vão passar pelo local.

— Aquele trecho perto da Novo Rio é um inferno nos horários de rush, de manhã e à tarde. Creio que vai melhorar bastante, porque muitos carros vão poder evitá-lo usando a nova alça. Vamos ganhar tempo. Ainda é cedo para avaliar qual vai ser o reflexo, mas como motorista fico satisfeito de poder ter uma nova opção — avalia o motorista de aplicativo Bruno Oliveira, de 32 anos.

Motoristas que vêm da Linha Vermelha, por exemplo, não vão mais precisar descer no Campo de São Cristóvão para seguir em direção ao Túnel Marcello Alencar. Com a nova alça, eles deverão acessar diretamente o viaduto do Gasômetro e descer na Avenida Rodrigues Alves. Professora da Escola Politécnica da Coppe/UFRJ na área de engenharia de transporte, Eva Vider acredita que a tendência será desafogar o tráfego naquela região.

— Qualquer ligação direta que implica evitar que o motorista passe por trechos já saturados é importante. É uma maneira de organizar melhor o fluxo de veículos segregando o tráfego em direção ao destino final das pessoas. A tendência é desafogar o trânsito naquela região, que já é bem complicada, principalmente nos horários do rush — avalia a especialista.

Como a circulação de caminhões não é permitida no Túnel Marcello Alencar, este tipo de veículo também não poderá utilizar a alça. A prefeitura informou que equipamento de fiscalização eletrônica vão monitorar o cumprimento dessa restrição, bem como o respeito à velocidade máxima permitida na via, que é de 50 km/h. A prefeitura também instalou sinalização específica e painéis de mensagens variáveis para informar sobre o uso do trecho aos motoristas, que também serão orientados por equipe de operadores de tráfego, composta por agentes da CET-Rio e terceirizados.Na construção da estrutura, a prefeitura aproveitou um ponto interditado desde a derrubada do antigo Elevado da Perimetral, ocorrida a partir de fevereiro de 2013 para as obras de remodelação da Zona Portuária e construção do Boulevard Olímpico. A operação de demolição foi concluída no fim de julho do ano seguinte, quando o último trecho do elevado foi posto abaixo.

O trecho faz parte das obras para a implantação do corredor de BRT Transbrasil, cuja última previsão de conclusão dada pela prefeitura é o fim do ano. Porém, os terminais rodoviários do Trevo das Margaridas, Trevo das Missões e da Rodoviária Novo Rio, além da ampliação do Terminal Fundão, que fazem parte do projeto, não ficarão prontos nessa primeira etapa da obra. Segundo a prefeitura, 90% das intervenções no trecho de 27 quilômetros ligando o Centro a Deodoro já estão concluídas.

Viaduto aberto no começo de agosto

Outra medida para desafogar o trânsito na confluência da Avenida Brasil com a região foi a inauguração, no começo de agosto, do viaduto construído na altura no Caju, que também integra as obras do BRT Transbrasil. Até a inauguração do futuro corredor expresso, o acesso está liberado para ônibus e táxis, das 6h às 10h, e a todos os demais veículos, a partir das 10h, nos dias úteis.

Enquanto a nova alça do Viaduto do Gasômetro facilita o acesso ao Aeroporto Santos Dumont a Zona Sul, esse viaduto visa melhorar o trânsito no caminho de quem deseja se dirigir par o Centro, seguindo pela Avenida Francisco Bicalho. O acesso dos veículos ao viaduto se dá pela pista central da Avenida Brasil, sentido Centro, pela faixa da esquerda, junto ao canteiro, na altura da Rua Franco de Almeida.





Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui