Ação conscientiza população sobre cuidados contra Covid-19 durante prática de exercícios físicos

0
13


RIO — Sair para praticar exercícios físicos é saudável, mas os cuidados contra a Covid-19 não podem ser esquecidos. Quem escolheu neste domingo, dia 24, o Parque Madureira, ou os calçadões abertos para pedestres em Copacabana e Ipanema, encontrou ações de conscientização da Prefeitura do Rio.

— O objetivo da ação é conscientizar as pessoas que o uso de máscara é fundamental, e obrigatório na cidadae do Rio de Janeiro. Mesmo na prática de exercícios físicos. Fazer estas atividades é muito positivo para todos, mas o ideal é que seja uma prática inidividual, é importante manter o distanciamento social, higienizar as mãos o máximo possível — diz Daniel Soranz, secretário municipal de saúde.

Daniel Soranz
Daniel Soranz Foto: Fabiano Rocha/Agência O Globo

As medidas de atenção contra a doença são reforçadas na mesma proporção em que se aumenta a expectativa sobre a chegada de novas doses da vacina na capital fluminense.

— A gente segue determinações do Ministério da Saúde, mas estamos bem ansiosos, na expectativa de receber 75 mil doses da OXford-Aztrazeneca, previstas para serem entregas na manhã de segunda-feira. Assim, na próxima quarta-feira (dia 27), a partir das 14h, poderemos dar início a nova etapa de vacinação, que são dos profissionais de saúde com mais de 60 anos — diz o secretário.

A unidade de saúde que receberá simbolicamente a primeira dose do novo grupo ainda não foi definida. O foco foi mesmo decidir o novo grupo prioritário, reforça a Prefeitura, que também garante estar de olho se existe por aqui os fura-fila da vacina.

— De todas as denúncias apuradas até agora, os profissionais estavam em grupos prioritários, atuavam na saúde primária e foram vacinados no dia 20, pois eram responsáveis pela ação em abrigos de idosos. Estes ainda estarão envolvidos em outras etapas da campanha contra a Covid-19. Outras denúncias pontuais em hospitais da rede pública e privada estão em análise. O nosso objetivo segue em vacinar profissionais de saúde da linha de frente, para recompor a força de trabalho do SUS e manter o atendimento a quem mais precisa.





Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui