99 lança serviço de moto táxi e promete viagens 30% mais baratas

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp



A 99 anunciou na última quinta-feira (6) a estreia de seu mais novo serviço: 99Moto. A nova função permite viagens de moto ao invés de carro. A alternativa promete ser mais econômica, tendo corridas 30% mais baratas. Inicialmente, a novidade estará disponível em nove cidades brasileiras e ao longo do ano chegará em mais regiões do país. 

A novidade é uma alternativa que procura oferecer economia, mais acesso e rapidez aos usuários. De acordo com a 99, a alternativa foi pensada para quem foi impactado com a crise econômica, a inflação e os constantes aumentos nos preços dos combustíveis. “Por ser menor e ocupar menos espaço, a moto permite maior flexibilidade de acesso a regiões menos estruturadas, um cenário bastante comum em diversas cidades do país”, afirmou a empresa.

O principal atrativo é a possibilidade de ter corridas até 30% mais baratas. Parte dessa economia se concentra no baixo custo de compra do veículo e no menor consumo de combustível. Pois, de acordo com a companhia, um litro de gasolina é capaz de fazer trajetos de até 50 km.

É obrigatório o uso de capacete tanto pelo piloto como pelo passageiro. Porém, devido à pandemia,  “a recomendação é que os passageiros utilizem o equipamento próprio”. Também é exigido o uso de máscara facial. A plataforma ainda tem monitoramento em tempo real via GPS, gravação de áudio, compartilhamento de rotas e um botão para ligar para a polícia.

O usuário precisa ter mais de 18 anos para utilizar o serviço. Os motociclistas precisam ter 19 anos ou mais, carteira de habilitação definitiva com a observação “Exerce Atividade Remunerada” (EAR) e cumprir os requisitos legais para a atividade.

“Promocionalmente, para o lançamento da nova categoria, a 99 cobrará apenas uma taxa de 0,99% sobre o valor total das corridas nos primeiros meses”, afirmaram.

As primeiras cidades a receber o serviço já a partir da próxima terça-feira (11) são: Aracaju (SE), Campo Grande (MS), Feira de Santana (BA), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Recife (PE), Sorocaba (SP), Sobral (CE) e Teresina (PI).



Fonte: O São Gonçalo