Trabalhador de plataforma da Bacia de Campos, RJ, morre vítima da Covid-19

0
15




André Pereira, de 48 anos, estava internado em um hospital no Rio de Janeiro. Segundo a Petrobras, ele desembarcou com sintomas da doença no mês passado. Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense está acompanhando o caso. André Pereira, de 48 anos, era técnico de segurança na P-40 e morreu em decorrência da Covid-19.
Foto: Reprodução Sindipetro-NF
O técnico de segurança André Pereira, de 48 anos, que trabalhava na P-40, plataforma da Bacia de Campos, no Norte Fluminense, morreu neste sábado (26) por complicações da Covid-19. Ele estava internado em um hospital no Rio de Janeiro. A informação foi divulgada neste domingo (27) pelo Sindicato dos Petroleiros no Norte Fluminense (Sindipetro-NF).
Segundo a Petrobras, André desembarcou com sintomas da doença no dia 10 de agosto e foi encaminhado para atendimento médico e isolamento domiciliar. Em seguida, ele precisou de atendimento hospitalar, mas o quadro de saúde se agravou e ele não resistiu. .
Em nota, o Sindipetro-NF lamentou a morte de mais um trabalhador e reforçou que irá buscar informações sobre o caso. O sindicato diz ainda que é inaceitável que os trabalhadores continuem expostos ao vírus em ambiente de trabalho.
Já a Petrobras informou que o caso do técnico de segurança foi monitorado pelas equipes de saúde durante todo o período e que está prestando todo apoio aos familiares. A empresa disse ainda que tem um rigoroso protocolo preventivo nas unidades offshore e age rapidamente sempre que um colaborador reporta sintomas a bordo, com desembarque imediato do caso suspeito e de todos os contactantes.
“O protocolo de prevenção da Petrobras para unidades offshore envolve quarentena e teste RT-PCR pré-embarque; uso obrigatório de máscaras; reforço na higienização e distanciamento; e conscientização sobre cuidados individuais dentro e fora do ambiente, entre outras medidas”, informou a estatal em nota.



Fonte: G1