Prefeitura de Campos autoriza ensino híbrido desde que profissionais tenham tomado a 1ª dose da vacina há 21 dias | Norte Fluminense

0
10


A Prefeitura de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, autorizou o ensino híbrido nas escolas públicas e particulares da cidade, desde que sejam seguidas as regras de funcionamento anunciadas no Plano Municipal de Ensino Híbrido Seguro, cuja Portaria nº 26/2021 foi publicada no Diário Oficial da última sexta-feira (11).

A medida atende, a princípio, a Educação Infantil. Para o retorno dos alunos, primeiro, é preciso que os profissionais da unidade tenham tomado a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 há pelo menos 21 dias.

Além disso, os pais e responsáveis pelos alunos poderão optar por permanecer ou não no modelo remoto.

“O ensino no modelo híbrido é aquele que combina atividades escolares presenciais e não presenciais, envolvendo a mediação tecnológica com transmissão de aulas ao vivo e/ou disponibilizando conteúdo e atividades por meio de plataformas. Vamos começar nesse modelo a partir da Educação Infantil, ampliando gradativamente para o Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Superior”, explicou Marcelo Feres, secretário municipal de Educação.

O documento reforça que 20% do total de vacinas recebidas pelo município estão sendo destinadas aos trabalhadores da Educação, até que haja a imunização de todos. O processo de vacinação teve início pelas unidades de Educação Básica que oferecem a Educação Infantil. As demais serão incluídas quando mais de 50% das unidades com oferta de Educação Infantil tiverem sido selecionadas.

Até esta quarta-feira (16) foram aplicadas 1.426 doses da vacina contra a Covid-19 em profissionais da Educação. Deste total, 47 já tomaram a segunda dose.

Adesão ao modelo híbrido

Para aderir ao Modelo Híbrido, as escolas deverão enviar para o e-mail [email protected] os seguintes documentos:

  • Protocolo de solicitação de visita da Vigilância Sanitária para obtenção do “Checklist Covid”;
  • Formulário que se encontra no site do município;
  • e Listagem dos trabalhadores da educação selecionados pela unidade escolar para vacinação, disponível no mesmo site.

Nas três primeiras semanas de aula nesse modelo, as turmas poderão ter até sete alunos, respeitando o distanciamento entre os estudantes.



Fonte: G1