PF mira estudantes de Campos em esquema para bolsa de estudos | Rio de Janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

A Polícia Federal (PF) iniciou nesta quinta-feira (26) a Operação Falso Positivo, contra um esquema de estudantes de medicina para obter bolsas integrais de estudos em uma faculdade de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

Segundo as investigações, os alvos forjaram documentos e prestaram declarações falsas para se passar por pessoas de baixa renda — e assim conseguir o benefício.

Agentes saíram para cumprir 16 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal de Campos, em endereço em Campos, Itaperuna e São Francisco de Itabapoana, no RJ, e em Cachoeiro de Itapemirim, Linhares e Mimoso do Sul, no Espírito Santo.

Ao longo da investigação, 12 pessoas já foram indiciadas, entre alunos e pais. “Dentre outras provas, foi identificado, mediante quebra de sigilo bancário, que os investigados movimentaram valores exorbitantes, incompatíveis com pessoa que se disse desprovida de recursos”, afirma a PF.

Uma das fraudes no esquema era a inscrição no CadÚnico do governo federal. “Com isso, além de receberem fraudulentamente as bolsas de estudos, os alunos — e, em alguns casos, os próprios pais — receberam o Auxílio Emergencial”, explica a PF.

Os investigados responderão pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa.

Fonte: G1