Macaé tem redução nos índices de criminalidade no 1º semestre de 2023, divulga Polícia Civil




De acordo com a polícia civil, estes foram os melhores números da história desde 2003, quando os índices passaram a ser medidos pelo Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP). Macaé teve redução nos índices de quatro indicadores de violência
Governo do Estado/Divulgação
A cidade de Macaé, no Norte Fluminense, registrou queda em quatro tipos de crime no primeiro semestre deste ano comparado ao mesmo período de 2022.
Os dados foram apresentados pelo delegado Pedro Emílio Braga durante uma coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (11).
Durante a apresentação, segundo o delegado, foi registrada redução nos quatro indicadores estratégicos do estado: letalidade violenta, roubos de rua, roubo de veículos e roubo de carga.
Em relação aos índices de letalidade violenta, houve uma queda de 58%. No roubo de rua, a queda foi de 35%; no roubo de veículos, a redução foi de 52%; e no roubo de carga, houve uma redução de 100%.
Veja os casos em números:
Roubo de veículos – 27 casos (2022) e 13 casos (2023)
Roubo de carga – 1 caso (2022) e 0 casos (2023)
Letalidade violenta – 33 casos (2022) e 14 casos (2023)
Roubo de rua – 83 casos (2022) e 54 casos (2023).
Vale destacar que Macaé não registrou roubo de carga há mais de seis meses, o que é considerado um dado histórico para a cidade, que sempre enfrentou problemas nesse aspecto, principalmente devido à longa estrada que corta o município.
De acordo com a Polícia Civil, estes foram os melhores números da história desde 2003, quando os índices passaram a ser medidos pelo Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP-RJ).
Na coletiva, estiveram presentes o comandante do 32º BPM, Marcelo Amorim Arêdes, o secretário municipal de Ordem Pública, Alan de Oliveira Lima, e Edilson Luiz dos Santos, coordenador do Segurança Presente Macaé.



G1 Norte Fluminense