Macaé, RJ, volta atrás e mantém barreiras sanitárias nas entradas do município | Região dos Lagos

0
18


A decisão pela permanência das barreiras foi publicada em uma edição extra do Diário Oficial nesta segunda-feira (24) depois da avaliação de novos indicadores epidemiológicos que apontam a permanência da faixa de risco médio (bandeira amarela) do atual cenário da pandemia de Covid-19.

O documento revalidou os efeitos do artigo 3º do decreto 118/2021, que define o horário de atendimento de atividades comerciais com restrições e mantém a suspensão de aglomerações.

As restrições de acesso ocorrem nos trechos da RJ 106 – no Terminal Cabiúnas e Terminal Parque dos Tubos -, e na RJ 168, próximo à pedreira. Os bloqueios também ocorrem em pontos de acesso à Serra.

Ao levar em consideração dados relativos a taxa de ocupação dos leitos de CTI para pacientes graves do coronavírus, assim como o índice de novos casos positivos de infecção da doença, a Secretaria municipal de Saúde decidiu manter a estratégia de restringir o acesso ao município apenas para residentes, trabalhadores, pessoas em tratamento de saúde de doenças crônicas e que cumprem agenda judicial.

Além dos bloqueios, Macaé segue com medidas de acompanhamento do atual estágio da pandemia, como a Busca Ativa de novos casos por testagem de antígeno e o direcionamento adequado de isolamento dos pacientes positivos, além de analisar as notas técnicas da Secretaria Estadual de Saúde que analisa a circulação de novas variantes do Coronavírus em toda a região.



Fonte: G1