Homem considerado um dos mais procurados da Zona da Mata mineira é preso em operação em Campos, no RJ | Norte Fluminense

0
23


Uma operação em Campos, no Norte Fluminense, prendeu um dos homens mais procurados da região da Zona da Mata mineira, segundo o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). A operação Dupla-Face foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (30).

De acordo com o MPMG, o homem estava foragido desde 2017 do Complexo Penitenciário de Ponte Nova, onde cumpria pena pela prática dos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas.

Além de foragido da Justiça, com três mandados de prisão em aberto, o alvo da operação é suspeito de atuar no tráfico interestadual de entorpecentes em toda a região da Zona da Mata e no estado do Rio de Janeiro, já possuindo, inclusive, condenação por tráfico ilícito de drogas, com pena total superior a 20 anos de prisão.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o homem já morava em Campos há algum tempo e, ao ser abordado pelos agentes, se apresentou como sendo outra pessoa. De acordo com as investigações, a prática de declarar falsa identidade já estaria sendo utilizada por ele na cidade para ludibriar as forças de segurança.

A operação foi resultado do trabalho integrado entre o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Regional da Zona da Mata, o Gaeco do Rio de Janeiro e a Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Rio de Janeiro (CSI/MPRJ). A ação contou ainda com a participação do 8º Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

A operação foi chamada de Dupla-Face pela dupla personalidade do alvo da ação, que, utilizando documentos falsos, se apresentava como um microempresário em Campos, enquanto sua principal atividade seria o tráfico interestadual de drogas.

Segundo o coordenador do Gaeco Regional da Zona da Mata – Unidade Visconde do Rio Branco, promotor de Justiça Breno Costa da Silva Coelho, a integração entre o Gaeco mineiro, o Gaeco do Rio de Janeiro e a CSI/MPRJ no combate ao crime organizado interestadual já resultou, somente no mês de abril, na prisão de aproximadamente 30 pessoas envolvidas na prática de crimes gravíssimos, violentos e complexos.



Fonte: G1