Grupo protesta contra Witzel em frente ao hospital de campanha de Campos

0
63

Um grupo de aproximadamente 20 pessoas participou de um protesto em frente a área onde foi montado hospital de campanha de Campos, no início da manhã desta quarta-feira (8). Os manifestantes criticaram o fechamento da unidade por parte do governador Wilson Witzel. O ato foi liderado pelo deputado estadual Felippe Poubel. O grupo pediu também a saída do governador.

– O motivo da manifestação é Justiça. O que está acontecendo no estado do Rio de Janeiro é inaceitável. Dinheiro sendo roubado. Não houve licitação e as compras foram todas elas superfaturadas. Começando pelo hospital de campanha de Campos que está orçado em R$ 60 milhões. Enganaram a população campista. Campos já tem uma Saúde combalida por causa da administração do prefeito, que é aluno do governador. A prática hoje no governo do estado é a mesma no município de Campos. os governantes não se importam com a vida – afirmou o parlamentar.

Na última quarta-feira (01/07), o Governo do Estado anunciou que o hospital de campanha de Campos não será mais concluído. Na terça-feira (07/07), 23 novos casos de covid-19 foram registrados em Campos. O Departamento de Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde, contabiliza 2.225 casos confirmados da doença, sendo 129 óbitos. São investigados 18 óbitos. São 6.493 casos de Síndrome Gripal (SG) e 212 de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Campos conta 1.353 recuperados da doença.

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para plantaodoslagos@gmail.com

©Plantão dos Lagos
Fonte: NFNotícias
Fotos: divulgação