Dentista suspeita de deformar pacientes no RJ é investigada por lavagem de dinheiro | Norte Fluminense

0
14


A profissional já era investigada pelos crimes de estelionato, lesão corporal e exercício irregular da profissão. De acordo com a Polícia Civil, o novo inquérito foi aberto baseado em indícios encontrados durante uma apreensão realizada em endereços ligados à dentista.

Polícia investiga suposta lavagem de dinheiro de dentista em Campos, no RJ
Polícia investiga suposta lavagem de dinheiro de dentista em Campos, no RJ

4 min Polícia investiga suposta lavagem de dinheiro de dentista em Campos, no RJ

Polícia investiga suposta lavagem de dinheiro de dentista em Campos, no RJ

Profissional já foi denunciada por pacientes que relataram deformações no rosto após procedimentos de harmonização facial.

A polícia informou que a investigação encontrou comprovantes de transferências bancárias durante a ação. A Polícia Civil apura se houve uma movimentação bancária da dentista para ocultar alguns dos bens no nome dela.

“No cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência dela, foram encontrados [comprovantes de] transferências de valores vultuosos da conta dela para uma outra conta, então tem indícios de lavagem de dinheiro. Foi instaurado um novo inquérito policial para investigar a lavagem de dinheiro”, informou a delegada Natália Patrão.

Uma operação da Polícia Civil apreendeu materiais e dinheiro na casa da dentista em Campos, no RJ — Foto: Reprodução/Inter TV

A dentista não compareceu a uma intimação expedida pela delegacia do Centro de Campos. Em vez disso, três advogados dela foram à delegacia. A defesa alegou que somente a entrega dos documentos solicitados já era suficiente para responder as dúvidas dos policiais.

“A doutora já prestou todos os esclarecimentos necessários e apresentou todos os documentos até agora requeridos. De modo que entendemos que, nesse momento, um novo depoimento seria totalmente desnecessário. E de modo que os documentos requeridos pela delegacia eram mais do que suficientes”, disse o advogado Carlos Eduardo Ferraz.

O advogado da dentista disse que entrou com uma representação no Ministério Público contra a delegacia por supostas irregularidades nas investigações.

“Não tem nada de penal. Tem de cível. As partes têm que discutir os contornos cíveis, a questão indenizatória: ‘olha fiquei insatisfeito com esse procedimento, ou não fiquei, etc’. Eu penso que a parte criminal funciona muito mais como uma espécie de vetor para propagar outras coisas do que os ideais propriamente ditos do processo. A gente tem defendido inclusive que neste caso especifico houve uma espécie de ‘lawfare’ por parte da 134 DP”, disse o advogado.

Lawfare é um termo que significa guerra jurídica, quando o sistema jurídico é manipulado para dar aparência de legalidade às perseguições aos adversários.

O Ministério Público informou que promoveu o arquivamento da representação alegando que a reclamação não tinha fundamento. Com isso, a investigação continua em andamento.

Segundo a investigação, a dentista usava PMMA nos procedimentos, uma substância legal, porém não recomendada no caso de harmonização facial. — Foto: Reprodução/Inter TV

Ao todo, 23 pessoas já registraram ocorrências contra a dentista. De acordo com a Polícia Civil, todas as vítimas contam histórias parecidas. Elas dizem que procuraram a profissional para fazer um procedimento estético, mas saíram com os rostos deformados.

“Até as palavras que as vítimas nos relatam que ela fala são as mesmas: ‘o produto vai acomodar’, ‘esse resultado acontece com todo mundo’. Ou muitas das vezes ela joga a responsabilidade pra cima da vítima: ‘o seu corpo não recebeu muito bem’. Ela sempre receita os mesmos remédios, pede pra aguardar que o resultado é esse e vai ficar lindo, maravilhoso”, disse a delegada.

Uma das pacientes contou que levou cerca de 4 meses para se recuperar de um procedimento que levaria dias para a recuperação.

Pacientes denunciam dentista após harmonização facial em Campos, no RJ
Pacientes denunciam dentista após harmonização facial em Campos, no RJ

4 min Pacientes denunciam dentista após harmonização facial em Campos, no RJ

Pacientes denunciam dentista após harmonização facial em Campos, no RJ

Imagens mostram pacientes com rosto deformado. Segundo investigação, dentista utilizava produtos impróprios para o procedimento.

Após as denúncias, a polícia apreendeu materiais e dinheiro em dois endereços ligados à dentista. Um dos locais foi a casa da suspeita, onde foram encontrados produtos não recomendados. Parte deles foi comprada na Coreia do Sul, com marcas sem autorização da Anvisa, segundo a polícia.

Além disso, policiais apreenderam mais de mil fichas de pacientes, cerca de R$ 68 mil em dinheiro guardados em um cofre, cheques e dois celulares usados para marcar consultas.

Até o momento, não foi emitido nenhum mandado de prisão contra a suspeita. Mas medidas cautelares já foram implementadas, como a retenção do passaporte, e a obrigação da exclusão das redes sociais, responsáveis por atrair novas vítimas, segundo a investigação.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui