Xerife afirma que Tiger Woods não será investigado por direção imprudente

0
16


No entanto, golfista pode responder por infração se for comprovado que ele usava o celular no momento do acidente

Reprodução/ TMZSVU que Tiger Woods estava ficou destruída após cair de penhasco

Nesta quarta-feira, 24, o xerife Alex Villanueva, do condado de Palos Verdes, na Califórnia, afirmou durante uma entrevista que o golfista Tiger Woods não será investigado por dirigir imprudentemente pelas ruas do condado que causou seu acidente nesta terça-feira, 23. “Isso é puramente um acidente”, disse o xerife, explicando que não há evidências mostrando que o atleta estava sob a influência de qualquer droga ou bebida alcoólica. Porém, há uma chance de Woods ser autuado por uma infração se os investigadores determinarem que ele estava usando seu telefone celular quando perdeu o controle. “Não contemplamos nenhuma acusação neste acidente. Um acidente não é um crime”, reforçou o xerife.

O oficial também confirmou que os investigadores ainda não recuperaram a “caixa preta” do SUV que Tiger estava dirigindo – um dispositivo que pode mostrar aos investigadores quão rápido o veículo estava no momento do incidente. Segundo Carlos Gonzalez, o primeiro oficial a responder ao chamado do acidente, que afirmou em entrevistas que o golfista estava lúcido e sóbrio no momento do resgate. Tiger já foi preso uma vez por ter desmaiada atrás do volante, na Flórida, em 2017. Ele se justificou mais tarde dizendo que sua condição era um resultado não intencional de tomar medicamentos prescritos.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui