Vitória festeja conquista da Série B do Brasileiro – 15/11/2023 – Esporte


O empate por 1 a 1 entre Guarani e Criciúma, na noite de terça-feira (14), em Campinas, definiu o campeão brasileiro da Série B. O resultado tirou as chances de título do Criciúma, que era o único time matematicamente capaz de alcançar o Vitória.

A formação rubro-negra, assim, assegurou o troféu com duas rodadas de antecedência e celebrou sua primeira conquista nacional. A festa dos jogadores e dos torcedores invadiu a madrugada em Salvador, algo facilitado pelo feriado nacional da Proclamação da República na quarta.

Os atletas, a comissão técnica e os dirigentes estavam reunidos em uma das sedes do clube diante da possibilidade de o título ser confirmado. Acompanharam o jogo em um telão e mergulharam na piscina –até o presidente Fábio Mota, de roupa– no momento do apito final.

Houve também comemoração de torcedores em vários pontos da cidade, como no boêmio bairro Rio Vermelho. Uma alegria que parecia improvável no começo do ano, quando o Vitória fez péssimo Campeonato Baiano e caiu ainda na primeira fase.

A equipe também não foi além da etapa inicial na Copa do Nordeste, porém acabou se acertando ao longo da Série B. Conseguiu até a 36ª rodada 69 pontos, com um aproveitamento de 63,9%. A conquista rendeu uma vaga na próxima Copa do Brasil e um prêmio de R$ 2,5 milhões.

“É um sentimento de satisfação muito grande, de dever cumprido”, afirmou o técnico Léo Condé. “Tivemos um início muito complicado, muito turbulento, mas conseguimos nos organizar para fazer uma campanha consistente.”

As outras três vagas em disputa na primeira divisão continuam abertas, com bastante equilíbrio. O Criciúma é o vice-líder, com 61 pontos, uma vantagem de apenas quatro sobre o Guarani, nono colocado, com 57. Todos os times nessa faixa –que também tem Juventude (61), Atlético-GO (61), Sport (60), Vila Nova (58), Novorizontino (57) e Mirassol (57)– ainda têm chance.

Na parte de baixo, já estão condenados à Série C o ABC (22) e o Londrina (28). Sampaio Corrêa (36) e Chapecoense (36) também estão na zona de rebaixamento. Ainda correm risco Tombense (37), Ponte Preta (38) e Ituano (40). Faltam duas rodadas.

Em festa, os torcedores do Vitória também estão de olho na tabela da Série A, que pode lhes reservar nova alegria em 2023. Em luta contra o descenso, o arquirrival Bahia batalha para não fazer o caminho inverso do trilhado pelos rubro-negros.

Neste momento, a agremiação tricolor é a primeira fora da zona de rebaixamento à Série B, em 16º lugar, com 38 pontos. Mas o 17º, o Cruzeiro, soma 37 com duas partidas a menos e terá a oportunidade de ultrapassá-la.



Folha de S.Paulo