Vadão, técnico que revelou Kaká para o futebol profissional, está internado em UTI com câncer no fígado

40

O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, de 63 anos, que teve com seu último trabalho uma passagem pela Seleção Brasileira Feminina de Futebol, está internado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A pedido da família, a instituição não deu detalhes sobre seu estado de saúde. De acordo com informações apuradas pelo portal Globo Esporte, e também pelo portal UOL, o técnico vinha lutando contra um câncer de fígado, descoberto no começo deste ano e que já estava em estágio avançado.

Após realizar sessões de quimioterapia, seu quadro evoluiu, mas recentemente se agravou e o levou a ser internado na semana passada em Campinas, mas por conta da gravidade da enfermidade, ele acabou sendo transferido para a Capital paulista. No último trabalho de Vadão com a Seleção Feminina, chegou até as oitavas de final da última Copa do Mundo, sendo eliminada pela França, que sediou o mundial de 2019.

A família de Vadão pediu sigilo absoluto em torno de sua saúde e recebeu apoio da CBF. Ao longo da carreira trabalhou em diversos clubes paulistas, como Guarani, Ponte Preta, Portuguesa, São Paulo – quando lançou Kaká ao time profissional -, e Mogi Mirim, neste último ganhou notoriedade ao comandar o carrossel caipira, formado por Válber, Rivaldo e Leto.

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para plantaodoslagos@gmail.com

©Plantão dos Lagos
Fonte: Blasting News
Fotos: divulgação