Torcida organizada invade CT do Vasco e cobra ‘recuperação imediata’; confira

0
21


O Gigante da Colina, atualmente, está na 17ª posição do Campeonato Brasileiro, dentro da zona de rebaixamento para a 2ª divisão

Reprodução/Instagram/ijvoficialTorcida do Vasco invadiu o CT para cobrar o treinador Ricardo Sá Pinto e o elenco

Membros da torcida organizada Ira Jovem, uma das principais do Vasco, invadiram o Centro de Treinamento do clube nesta quinta-feira, 10, para cobrar uma reação do time, que está na 17ª posição do Campeonato Brasileiro, dentro da zona de rebaixamento para a 2ª divisão. Em comunicado, a uniformizada falou que fez uma “visita surpresa”, cobrou reação ‘”imediata” e afirmou que não aceitará mais a “zona” que virou a instituição.

“Apoiamos, avisamos e cobramos. Vocês não nos deram ouvidos e fugiram do maior patrimônio, que somos nós, a torcida. Hoje, fizemos uma visita surpresa no Ct. Galinha de casa não se corre atrás. A diretoria da Torcida Organizada Ira Jovem Vasco, vem por meio desta mostrar total comprometimento com a instituição Club De Regatas Vasco Da Gama e externa todo seu descontentamento com a atual fase vivida e com o péssimo rendimento e comprometimento de jogadores e comissão técnica com a instituição. Não aceitaremos outro resultado do que a vitória contra o fluminenc. Exigimos uma recuperação imediata no campeonato e não aceitaremos mais esta zona. A IRA da torcida se dá pela DISPOSIÇÃO dos seus componentes. Pelo Vasco, para o Vasco e com o Vasco!”, escreveu.

Em gravações feitas pelo “Ge.com”, torcedores do Vasco aparecem reclamando dos jogadores Talles e Leandro Castán, além do treinador Ricardo Sá Pinto, que tomou a frente e conversou com membros da organizada. “Pela minha felicidade e digo de coração: não vejo essa gente a facilitar em nada. Durante a semana no trabalho, na alimentação, no descanso e na vida privada. Tenho um grupo fantástico. Eu sou o máximo responsável. Quando eu não tiver condições, sou o primeiro a ir embora. A gente tem condições. Calma, calma, calma. Há um conjunto de fatores que não tem sido favorável a nós. Muitos jogos que a gente não tem ganho demos muito azar, foram em detalhes. Tem a ver com coisas do jogo”, disse.





Fonte: Jovem Pan