Torcida do Santos atira rojões no gramado após derrota no clássico contra o Corinthians

Partida foi encerrada aos 44 minutos do segundo tempo; Peixe perdeu por 2 a 0 e ainda não venceu clássico nesta temporada

JHONY INACIO/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDOTorcida do Santos atira rojões no gramado
SP – BRASILEIRÃO/SANTOS X CORINTHIANS – ESPORTES
SP – BRASILEIRÃO/SANTOS X CORINTHIANS – ESPORTES – Torcedores do Santos jogam bombas no gramado,gera confusão após gols do Corinthians, durante partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, série A 2023, disputada no Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP), nesta quarta-feira, 21. O jogo terminou antes e o Corinthians venceu por 2-0.

Foto: JHONY INACIO/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO
ENQ20230621072 – 21/06/2023 – 22:27

A torcida do Santos se revoltou após a derrota da equipe no clássico contra o Corinthians, por 2 a 0, na Vila Belmiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo caminhava para o final quando torcedores da principal organizada do time atirou rojões e sinalizadores no gramado, em direção do gol defendido pelo goleiro Cássio, do Timão. No ano passado, inclusive, o goleiro do Corinthians foi agredido por um torcedor do Santos, após uma partida pela Copa do Brasil. O juiz da partida, Leandro Pedro Vuaden, paralisou o jogo, mas poucos minutos depois decidiu encerrar a partida, aos 44 minutos da segunda etapa. Os jogadores do Corinthians foram para os vestiários. Já os santistas permaneceram no centro do gramado. Os principais alvos dos torcedores  foram o presidente Andres Rueda, o elenco e o técnico Odair Hellmann. Alguns torcedores também passaram a atirar objetos no campo. Assim que os jogadores do time da casa se encaminhava para os vestiários, uma outra bomba foi jogada no gramado. A Polícia Militar (PM) precisou tirar os torcedores do estádio. Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta o Athletico, fora de casa, enquanto o Santos recebe o Flamengo. A vitória coloca o Corinthians no 14º, um ponto atrás do Santos e quatro de vantagem para a zona do rebaixamento.



Fonte: Jovem Pan