Thiago Silva comemora Maracanã com público na final da Copa América: ‘Motivação a mais’

0
17


Zagueiro, assim como Neymar, demonstrou revolta com o fato de brasileiros torcerem para a Argentina na decisão do torneio de seleções

EFE/Andre CoelhoThiago Silva de joelhos durante a partida entre Brasil e Peru, pela Copa América

Thiago Silva, um dos líderes da seleção brasileira, comemorou a decisão da Prefeitura do Rio de Janeiro, que liberou a presença de público em até 10% da capacidade do Maracanã para a final da Copa América, diante da Argentina, às 21 horas deste sábado, 10. Em entrevista coletiva, o zagueiro afirmou que o Brasil terá uma “motivação extra” com os torcedores no estádio. “Independente do público ou não, o mais importante é que a gente está super preparado. Fica outro contexto, apesar de todo o contexto, a capacidade de 10% do estádio. Mas, para quem não tinha nada, é uma motivação a mais, vai ter um ambiente voltando ao normal, a gente sabe que não é o ideal, mas tem que acontecer como na Europa, de voltar pouco a pouco. E dizer que vamos fazer nosso melhor como sempre fizemos para festejar no Maracanã com esses 10% da capacidade”, disse.

Ansioso para a final, Thiago Silva também exaltou o clássico sul-americano. “Brasil x Argentina é sempre muito especial de ser jogado. Nem se fala nesse momento, uma final de Copa América, que diz várias coisas. São duas seleções que, na minha visão, são as duas melhores da América do Sul neste momento. Nada mais justo do que se enfrentar numa final de Copa América. Já passei momentos especiais no Maracanã, de glória, mas também tristes como a final da Libertadores. Essa final pode coroar os momentos que passei de felicidade e mesmo aqueles de tristeza”, falou o defensor, que, assim como Neymar, ficou revoltado com o fato de brasileiros torcerem para a Argentina na decisão.

“A rivalidade é muito grande, desde que me conheço por gente essa rivalidade já está no sangue. Por isso fica aqui a nossa indignação, a falta de entendimento do porquê as pessoas pensam em torcer pra Argentina, principalmente contra o Brasil. Torcer a favor da Argentina contra a França ou outras seleções em outro campeonato é aceitável, mas num Brasil x Argentina fica meio impensável para a gente, que tem essa rivalidade desde que nascemos. Independente de achar que o Messi merece ou não um título pela seleção. Mas respeitamos a opinião de cada um e será um gosto a mais nessa rivalidade entre Brasil x Argentina, e essa rivalidade vai aumentar ainda mais”, completou.





Fonte: Jovem Pan