Técnico quer que RB Leipzig pressione PSG: ‘Podemos causar estragos’

0
12

O treinador do RB Leipzig, Julian Nagelsmann, defendeu nesta segunda-feira, 17, a qualidade e a coragem da sua equipe para enfrentar o Paris Saint-Germain, na próxima terça, 18, no estádio da Luz, em Lisboa, no jogo único pelas semifinais da Liga dos Campeões da Europa. Mais jovem técnico a chegar nesta fase da competição, aos 33 anos, ele assegurou também que tem o elenco disponível para a partida e que a motivação está no nível mais alto para tentar uma inédita presença na final. “Queremos chegar longe e já o fizemos, mas precisamos de ter cuidado com os espaços atrás dos nossos defensores e não deixar que o ataque do PSG mostre a sua qualidade. Somos uma equipe capaz de criar ocasiões. O PSG é um clube ‘top’, mas temos capacidade de causar estragos. Eles podem ser muito perigosos com a velocidade do seu contra-ataque, não podemos ficar só à espera e reagir”, afirmou Nagelsmann, em entrevista coletiva por videoconferência.

O treinador reconheceu que o RB Leipzig não se exibiu em seu melhor nível na retomada do Campeonato Alemão após a interrupção devido à pandemia do novo coronavírus, mas valorizou a obtenção do terceiro lugar e o reforço de confiança para a competição europeia. “Penso que, na Bundesliga, os jogadores estavam cansados e com dificuldades para recuperar o ritmo. Foram tempos estranhos. Eles têm fome de vitória e, contra o Atlético de Madrid (triunfo por 2 a 1, nas quartas de final), foi possível ver isso. Estamos felizes, mas ainda queremos dar mais passos e os jogadores estão preparados”, disse.

Já sobre o adversário francês desta terça-feira, Nagelsmann admitiu que “não é fácil parar” os atacantes Neymar e Mbappé. Por isso, reiterou a importância de o RB Leipzig não ter uma posição defensiva. “A qualidade é muito grande, e eles gostam de surpreender, pelo que será um esforço coletivo. Vamos tentar impor o nosso jogo e sermos corajosos. Queremos tentar colocá-los sob pressão, temos esse potencial, com muitos jogadores jovens, e vamos mostrar as nossas virtudes”, observou.

*Com informações do Estadão Conteúdo


Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui