Simone Biles desiste das finais de salto e barras assimétricas nos Jogos de Tóquio

0
9


TÓQUIO (Reuters) – A ginasta norte-americana Simone Biles retirou-se das finais do salto e das barras assimétricas nas Olimpíadas de Tóquio, anunciou a USA Gymnastics no sábado.

Biles, que continua sofrendo com problemas de saúde mental, já havia desistido da final do individual geral na quinta-feira e da final por equipes na terça-feira, depois de uma nota ruim em seu salto inicial.

No entanto, a ginasta de 24 anos ainda pode aparecer nos Jogos de Tóquio, já que não foi descartada para o exercício de solo na segunda-feira e da trave na terça-feira.

“Hoje, após novas consultas com a equipe médica, Simone Biles decidiu se retirar das finais do salto e das barras assimétricas”, disse a federação de ginástica dos Estados Unidos em um comunicado.

“Ela continuará sendo avaliada diariamente para determinar se vai competir nas finais de solo e trave”, acrescentou.

Esperava-se que Biles fosse uma das atrações principais dos Jogos de Tóquio ao disputar seis medalhas de ouro que a tornariam a mulher olímpica de maior sucesso de todos os tempos.

Mas sua busca terminou quase antes de começar, já que a ginasta sacudiu o mundo olímpico na terça-feira ao desistir do evento por equipes após um salto.

Mais tarde, ela decidiu não defender seu título olímpico na prova do individual geral, vencida por sua companheira de equipe Sunisa Lee. A brasileira Rebeca Andrade ficou com a medalha de prata nesta prova e ainda vai disputar as finais de solo e salto.

(Reportagem de Karolos Grohmann e Steve Keating)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6U0AQ-BASEIMAGE










Fonte: Mix Vale