Sem Hamilton na jogada, Bottas consegue pole no GP do Sakhir

0
21


Britânico, sete vezes campeão mundial, está afastado da corrida após ter testado positivo para coronavírus na última terça

Reprodução/TwitterValtteri Bottas corre pela Mercedes e é companheiro de equipe do campeão Lewis Hamilton

Mesmo sem a participação do britânico Lewis Hamilton, que está infectado pelo coronavírus, a Mercedes terá dois pilotos largando na frente no Grande Prêmio do Sakhir, disputado no traçado externo do Circuito Internacional do Bahrein, neste domingo, 6. O finlandês Valtteri Bottas, companheiro de equipe de Hamilton, cravou neste sábado, 5, a pole position do GP do Sakhir. O atual vice-líder do Campeonato Mundial de Fórmula 1 cravou o tempo de 53s377 e ficou apenas 26 milésimos a frente do companheiro da Mercedes, o britânico George Russell, que deixou a Williams neste fim de semana para substituir o compatriota, sete vezes campeão mundial.

Esta foi a quinta vez que Bottas obteve a pole nesta temporada, e a 16ª na carreira. Para melhorar a situação, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, com quem o finlandês disputa o segundo lugar da temporada, largará em terceiro, após ter sido 56 milésimos mais lento que o concorrente. Russell, por sua vez, viveu uma classificação diferente, já que, pela primeira vez desde que chegou à Fórmula 1, no início do ano passado, ficou atrás do companheiro de equipe. Até hoje, o piloto tinha sido mais veloz que o outro piloto com mesmo carro em 36 oportunidades.

Uma das grandes surpresas da sessão de hoje foi o Charles Leclerc, da Ferrari, que conseguiu terminar na quarta colocação, depois de usar todos os jogos novos de pneus bem antes dos minutos finais do treino de classificação. O alemão Sebastian Vettel, também do time italiano, foi só o 13º. O mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, completou o ‘top-5’ da sessão. O russo Daniil Kvyat, da AlphaTauri; o australiano Daniel Ricciardo, da Renault; o espanhol Carlos Sainz, da McLaren; o francês Pierre Gasly, também da AlphaTauri; e o canadense Lance Stroll, da Racing Point, ficaram do sexto ao décimo lugar, respectivamente.

O brasileiro Pietro Fittipaldi, que estreia neste fim de semana na Fórmula 1, substituindo o francês Romain Grosjean, da Haas, no Grande Prêmio do Sakhir, foi eliminado na primeira parte do treino de classificação, em que fez o pior tempo. O jovem, de 24 anos, neto do duas vezes campeão mundial da categoria Emerson Fittipaldi, cravou o tempo de 55s425, sendo quase meio segundo mais lento que o finlandês Kimi Raikkonen, da Alfa Romeo, que terminou na 19ª colocação. Além disso, Pietro ficou sete décimos atrás do companheiro de Haas, o dinamarquês Kevin Magnussen, que foi o 16º mais veloz do Q1 e também acabou sendo eliminado do restante da atividade. O brasileiro, primeiro na categoria desde que Felipe Massa se aposentou, no fim de 2017, perderia dez posições no grid de largada, já que precisou trocar o motor.

*Com informações da EFE





Fonte: Jovem Pan