Sem Debinha, Fifa divulga finalistas ao prêmio de melhor jogadora do mundo em 2022

A vencedora será conhecida na cerimônia do dia 27 de fevereiro, em Paris, na França

Divulgação/FIFABeth Mead (Arsenal/Inglaterra), Alex Morgan (San Diego Wave FC/EUA) e Alexia Putellas (Barcelona/Espanha) são as três finalistas do prêmio The Best 2022
Beth Mead (Arsenal/Inglaterra), Alex Morgan (San Diego Wave FC/EUA) e Alexia Putellas (Barcelona/Espanha) são as três finalistas do prêmio The Best 2022

Beth Mead (Arsenal/Inglaterra), Alex Morgan (San Diego Wave FC/EUA) e Alexia Putellas (Barcelona/Espanha) são as três finalistas do prêmio The Best 2022 na categoria de melhor jogadora. A primeira foi campeã da Eurocopa com a seleção inglesa, sendo eleita a craque da competição. Já a segunda foi a artilheira da liga norte-americana e também ganhou a Concacaf com os Estados Unidos. Putellas, por sua vez, é a atual vencedora do prêmio e conquistou os títulos do Espanhol e da Copa do Rei, além do vice na Liga dos Campeões. Vale lembrar que, inicialmente, o painel da Fifa escolheu 14 jogadoras para concorrer ao troféu, sendo a brasileira Debinha uma delas. Dessa lista foram escolhidas as três finalistas, pelo júri composto por: técnicas e técnicos de seleções, capitães dessas equipes nacionais, jornalistas da área, e fãs que votaram através do site da entidade. A eleição levou em consideração a performance entre os dias 7 de agosto de 2021 e 31 de julho de 2022. A vencedora será conhecida na cerimônia do dia 27 de fevereiro, em Paris, na França. Além da melhor jogadora, também será revelado o melhor jogador, os principais goleiros (masculino e feminino), treinadores (masculino e feminino) e o Prêmio Puskás (gol mais bonito).

Confira todos os vencedores do Fifa The Best no futebol feminino:

  • 2016: Carli Lloyd (Houston Dash/EUA)
  • 2017: Lieke Martens (Barcelona/Holanda)
  • 2018: Marta (Orlando Pride/Brasil)
  • 2019: Megan Rapione (Reign FC/EUA)
  • 2020: Lucy Bronze (Lyon/Inglaterra)
  • 2021: Alexia Putellas (Barcelona/Espanha)



Fonte: Jovem Pan