Sem consenso das autoridades, CBF e clubes deixam jogos do Brasileirão sem público

0
7


O que ficou acertado por 14 votos a 6, foi o aumento do número de inscrições por equipe no campeonato, que passou de 40 para 50 atletas

Reprodução/CBFRogério Caboclo, presidente da CBF, na reunião do Conselho Técnico

Os dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e os representantes dos 20 clubes da Série A decidiram, nesta sexta-feira, 16, após uma reunião virtual, que os jogos do Campeonato Brasileiro vão prosseguir sem público nos estádios, por não haver consenso das autoridades locais em relação aos protocolos sanitários devido à Covid-19. Por sugestão do presidente da CBF, Rogério Caboclo, acatada pelo grupo, será mantido o panorama atual e uma nova discussão será retomada dentro do prazo de até três semanas.

Em 26 de setembro, uma primeira reunião, também feita por videoconferência, terminou com forte discussão entre o presidente da Ferj, Rubens Lopes, e o da CBF, Rogério Caboclo. Daquela vez, a maioria dos clubes foi contra a volta dos torcedores. O que ficou acertado por 14 votos a 6, foi o aumento do número de inscrições por equipe no campeonato, que passou de 40 para 50 atletas. A data limite para novas inscrições ficou estabelecida para 6 de novembro e as substituições dos oito jogadores permitidos em regulamento até 20 de novembro. Nas Séries B e C o número de inscritos permanece 40 por time.

* Com informações do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui