Seleção brasileira: mesmo após Copa América, 2019 acaba com ‘Fora, Tite’

0
35

Continuidade, continuidade e continuidade. Esse era o planejamento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e da comissão técnica para a seleção brasileira em 2019 visando a Copa América.

Os quatro amistosos antes do torneio continental mantiveram as tradições e não empolgaram ninguém. Empate com o Panamá e vitória em cima da República Tcheca abriram o ano.

Às vésperas da Copa América, o Brasil venceu Catar e Honduras jogando em território nacional. Nada também que saltasse aos olhos do torcedor brasileiro. O momento mais marcante foi a lesão de Neymar no amistoso contra o Catar e o corte dias antes do torneio.

É campeão

Apesar de ter conquistado o título da Copa América invicta e tomando apenas um gol, o futebol apresentado pela seleção brasileira não convenceu tanto assim. Na estreia contra a Bolívia, depois de um primeiro tempo empatado em 0 a 0, os comandados de Tite chegaram a ouvir vaias. No segundo jogo, empate frustrante com a Venezuela por 0 a 0 e novas vaias. No jogo final da fase de grupos, 5 a 0 em cima do Peru para lavar a alma.

Para quem pensou que a seleção iria engrenar, o sufoco foi ainda maior nas quartas de final. Depois de novo empate por 0 a 0 contra o Paraguai, o Brasil só avançou nas penalidades máximas. Na semi, o jogo mais firme dos comandados de Tite. Um 2 a 0 em cima da Argentina com propriedade. Na final, a seleção brasileira encarou o Peru e se sagrou campeã da Copa América após vitória por 3 a 1.

A Seleção Brasileira faturou o seu nono título de Copa América – o quinto apenas nos últimos 30 anos

Entornou o caldo

Depois do título da Copa América, a seleção brasileira pareceu ter deixado o futebol pela Granja Comary. Nos últimos seis jogos do ano, foram duas derrotas, para Peru e Argentina, três empates e apenas uma vitória, na última partida de 2019, contra a Coreia do Sul.

Tite até tentou implementar uma renovação e convocou nomes muito pedidos, como Vinicius Jr., Rodrygo, Matheus Henrique, Gabigol e outros jovens promissores. Porém, com a pressão, houve pouco espaço para os garotos.

Rodrygo

Para quem era praticamente uma unanimidade quando assumiu até a Copa do Mundo da Rússia, Tite se tornou malquisto por boa parte dos torcedores. Os trabalhos de Jorge Jesus e Jorge Sampaoli subiram o nível do sarrafo não apenas para os técnicos dos clubes, como também para o da seleção. Tite se vê pressionado como nunca no cargo e terá pela frente um ano de 2020 com início das Eliminatórias para a Copa do Mundo e uma nova Copa América.

Neymar e a amarelinha

Dos 16 jogos da seleção brasileira em 2019, Neymar só esteve em campo em cinco. Contra o Catar, atuou 21 minutos antes de se machucar. Fez jogos completos contra Colômbia e Senegal, além de jogar 26 minutos contra o Peru e 12 minutos contra a Nigéria. O craque tem apenas um gol e uma assistência durante todo o ano pela amarelinha.

Na primeira lista do ano, contra Panamá e República Tcheca, Neymar estava com uma lesão no pé e não foi convocado. Por conta da lesão contra o Catar, precisou ser cortado da Copa América. Nos últimos dois amistosos do ano, contra Argentina e Coreia do Sul, estava com uma lesão na coxa e também não foi chamado.

E não foi só dentro de campo que Neymar teve problemas na seleção brasileira. Enquanto esteva concentrado para a Copa América, antes de se lesionar, o craque foi acusado de estupro pela modelo Najila Trindade em um escândalo que ganhou proporções mundiais. Após investigação da Justiça, o caso foi arquivado por falta de provas.

Neymar foi acusado de ter estuprado a modelo Najila Trindade

Resultados da seleção brasileira em 2019

PRÉ-COPA AMÉRICA

Brasil 1 x 1 Panamá
República Tcheca 1 x 3 Brasil
Brasil 2 x 0 Catar
Brasil 7 x 0 Honduras

COPA-AMÉRICA

Brasil 3 x 0 Bolívia (fase de grupos)
Brasil 0 x 0 Venezuela (fase de grupos)
Brasil 5 x 0 Peru (fase de grupos)
Brasil 0 (4) x (3) 0 Paraguai (quartas de final)
Brasil 2 x 0 Argentina (semifinal)
Brasil 3 x 1 Peru (final)

PÓS-COPA AMÉRICA

Brasil 2 x 2 Colômbia
Brasil 0 x 1 Peru
Brasil 1 x 1 Senegal
Brasil 1 x 1 Nigéria
Brasil 0 x 1 Argentina
Brasil 3 x 0 Coreia do Sul


Fonte: Jovem Pan