Scaloni dedica título a sua mãe e classifica Messi como maior da história – 11/07/2021 – Esporte

0
24


Lionel Scaloni, 43, nunca havia conquistado um título como treinador. Até que neste sábado (10), no Maracanã, levou a Argentina à sua primeira conquista em 28 anos, tirando a seleção de um incômodo jejum e fazendo com que Lionel Messi levantasse uma taça pela equipe nacional.

Auxiliar na Copa do Mundo de 2018, Scaloni assumiu interinamente o cargo após a queda de Jorge Sampaoli. A sequência do trabalho agradou a AFA (Associação do Futebol Argentino), que decidiu pela continuidade do técnico e o efetivou.

Após o título conquistado no Maracanã, o treinador argentino dedicou o troféu a sua mãe, que recentemente passou por um momento delicado de saúde.

“Dedico o título da Copa [América] para a minha mãe, que passou por um momento bastante grave alguns dias atrás e agora está na luta”, disse o treinador, em entrevista ao canal argentino TyC Sports, após o jogo.

Com a vitória deste sábado, além do título, Scaloni ampliou sua sequência invicta à frente da seleção argentina. Já são 20 partidas sem derrota (12 triunfos e 8 empates).

A última vez que a equipe perdeu sob seu comando foi na semifinal da Copa América de 2019, para o Brasil, por 2 a 0, no Mineirão.

Campeão, o técnico fez questão de elogiar mais uma vez Lionel Messi, que assim como ele conquistou seu primeiro título com a camisa alviceleste. Para Scaloni, não se trata apenas de um dos maiores jogadores da história.

“Estamos falando do melhor jogador de todos os tempos. Conquistar um troféu com a Argentina para ele é único e os atletas sabiam. Nos cumprimentamos, nos abraçamos, e eu sou eternamente grato a ele, porque no fim o trabalho valeu a pena. Ele tinha muita frustração, mas não jogou a toalha e conseguiu”, afirmou o treinador.

“Se todos os argentinos soubessem como jogamos essa Copa América, gostariam dele (Messi) ainda mais. Em algum momento da sua carreira ele já não estará jogando futebol e aí vamos nos arrepender. Na verdade não tenho palavras para agradecer a ele e seus companheiros”, completou.



Fonte: Máquina do Esporte