Santos vence Athletico e inicia reabilitação no Brasileiro antes de clássico – 06/07/2021 – Esporte

0
16


O Santos venceu nesta terça-feira (6) o primeiro de uma série de cinco jogos difíceisque o time alvinegro terá pela frente entre compromissos pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa Sul-Americana.

Na Vila Belmiro, a equipe paulista contou com um gol de Marcos Guilherme e outro contra, do zagueiro Zé Ivaldo, para superar o Athletico por 2 a 1, em duelo pela décima rodada do Nacional.

Vindo de dois jogos sem vitórias no torneio –um empate diante do Sport (0 a 0) e uma derrota para o América-MG (2 a 0)–, os santistas conseguiram chegar aos 15 pontos e aparecem agora na sexta posição. O time paranaense, com 19 pontos, permanece na vice-liderança, dois pontos atrás do Red Bull Bragantino.

Clique aqui e simule os resultados do Campeonato Brasileiro

No próximo sábado (10), o Santos terá pela frente o clássico contra o Palmeiras, na casa do adversário, atualmente o terceiro colocado do Brasileiro.

Na sequência, ocorre o jogo de ida com o Independiente (ARG) pelas oitavas de final da Sul-Americana, no dia 15, na Vila. A volta será no dia 22, na Argentina. Entre os dois confrontos, o time de Fernando Diniz terá no dia 18 um duelo com o Red Bull Bragantino, atual líder do Nacional.

Diante do Athletico nesta terça, o Santos teve o domínio do primeiro tempo, sobretudo após abrir o placar com Marcos Guilherme, aos 31 minutos. Foi o primeiro gol dele contra a equipe que o revelou e pela qual disputou 159 jogos e marcou 21 gols.

Os donos da casa só não foram para o intervalo em vantagem porque, no último lance da etapa inicial, os visitantes empataram com Fernando Canesin.

A reação do Athletico, contudo, parou por aí. No início da etapa final, os santistas voltaram a pressionar e chegaram ao segundo gol logo aos quatro minutos, quando Lucas Braga cruzou da esquerda e Zé Ivaldo desviou contra a própria meta.

Depois do gol, houve poucos momentos de boas jogadas ofensivas de ambas as equipes e o Santos teve certa facilidade para manter a vitória.

Nos acréscimos, os donos da casa ainda reclamaram de um pênalti, mas o VAR (árbitro de vídeo) revisou uma marcação do árbitro de campo, que tinha visto um toque de mão do zagueiro Thiago Heleno. A bola bateu no rosto dele e, depois de marcada, a penalidade foi cancelada.

Para o clássico contra o Palmeiras, o time alvinegro não poderá contar com o zagueiro Luiz Felipe, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Por outro lado, Fernando Diniz voltará a comandar a equipe à beira do gramado após ter cumprido suspensão nesta rodada.



Fonte: Máquina do Esporte