Salah doa R$ 800 mil para igreja atingida por incêndio que matou 41 pessoas no Egito

Tragédia aconteceu em Gizé no final de semana; cerca de 18 crianças estão entre os mortos

EFE/EPA/KHALED ELFIQISalah não conseguiu levar o Egito para a Copa do Mundo 2022
Salah foi eleito a oitava pessoa mais generosa do Reino Unido

O astro do Liverpool, Mohamed Salah, fez uma generosa doação em dinheiro para ajudar a reconstruir uma igreja destruída por um incêndio que matou 41 pessoas, no final de semana na cidade de Gizé, no Egito. De acordo com o jornal inglês The Mirror, a tragédia aconteceu quando cerca de mil fiéis se reuniram para a missa na igreja de Abu Sifin no domingo. O canal egípcio OnTime Sports informou que Salah doou três milhões de dólares egípcios (cerca de 800 mil reais). O fogo, que as autoridades acreditam ter sido iniciado por uma falha elétrica, em um aparelho de ar condicionado, bloqueou uma saída. A CNN informou que pelo menos 18 crianças estavam entre os mortos. O presidente egípcio Abdel Fattah al-Sisi ofereceu suas “sinceras condolências às famílias das vítimas inocentes que passaram para estar com seu Senhor em uma de suas casas de culto”. Ele ordenou que as forças armadas reconstruíssem a igreja – um processo que agora será auxiliado por Salah. O atacante do Liverpool, nascido em Nagrig, no norte do Egito, já manifestou sua solidariedade em outras ocasiões. Em 2019, o jogador doou US$ 3 milhões (cerca de 15,4 milhões de reais) ao Instituto Nacional do Câncer do Egito após um ataque terrorista que matou 20 mortos e feriu dezenas.

Salah foi classificado em junho pelo jornal britânico The Sunday Times como a oitava pessoa mais caridosa do Reino Unido. O jornal estima que ele recentemente doou cerca de 2,5 milhões de libras – o equivalente a seis por cento de sua riqueza estimada em 41 milhões de libras. O jogador também ajudou a construir um hospital, escola, centro juvenil, comprou equipamentos de ginástica, pagou para casais se casarem e unidade de ambulância em Nagrig, além de fornecer cinco acres de terra para uma estação de tratamento de resíduos, permitindo que os moradores tenham uma fonte segura de água potável. Salah também auxiliou com doação para a Associação de Jogadores Egípcios Veteranos para ajudar ex-atletas de futebol que passaram por momentos difíceis depois de se aposentar do jogo.

*Com informações do Estadão Conteúdo



Fonte: Jovem Pan