Reserva no São Paulo, Tiago Volpi desperta interesse em times mexicanos e pode ser negociado

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


No Tricolor desde 2019, o jogador de 31 anos perdeu espaço nesta temporada, quando a diretoria são-paulina fechou a contratação de Jandrei, que assumiu a posição

Newton Menezes/Futura Press/Estadão ConteúdoTiago Volpi pode deixar o São Paulo na metade de 2022
Tiago Volpi pode deixar o São Paulo ao final de 2022

Em crise financeira e precisando “abrir espaço” na folha salarial, o São Paulo pode negociar Tiago Volpi, atualmente reserva no time treinado por Rogério Ceni. De acordo com o jornalista Gabriel Sá, do Grupo Jovem Pan, o goleiro está na mira de alguns clubes do México, como Toluca, Querétaro e Juárez. Até o momento, entretanto, nenhuma proposta ao arqueiro foi formalizada pelos mexicanos. No Tricolor desde 2019, o jogador de 31 anos perdeu espaço nesta temporada, quando a diretoria são-paulina fechou a contratação de Jandrei, que assumiu a posição.

Criticado por parte da torcida do São Paulo desde o ano passado, quando cometeu falhas em jogos decisivos da Libertadores e da Copa do Brasil, Volpi só entrou em campo nas sete das 28 partidas disputas pelo time na atual temporada. Assim, o goleiro pode considerar um retorno ao futebol mexicano, local em que deixou boa impressão. Antes de ser adquirido pelo Tricolor paulista, o arqueiro tornou-se ídolo do Querétaro, onde ganhou uma Copa do México e uma Supercopa Mexicana nos quatro anos em que defendeu o clube.

De acordo com o jornalista da Jovem Pan, a expectativa é que o Toluca, um dos times mais poderosos do México, apresente uma oferta por Volpi ainda na metade deste ano. O time, atualmente, é treinado por Nacho Ambriz, um dos profissionais que comandou o brasileiro nos tempos de Querétaro. Atento ao mercado, o ex-clube do arqueiro também não deve perder esta oportunidade. O Juárez, por sua vez, é uma equipe de menor porte na liga local e não deve ter forças para competir com os adversários pelo jogador, que custou cerca de R$ 20 milhões aos cofres do São Paulo.





Fonte: Jovem Pan