Reinaldo Rueda assina rescisão e deixa seleção do Chile

0
8


Ex-técnico do Flamengo é cotado para substituir o português Carlos Queiroz e assumir a seleção da Colômbia

Anders Wiklund/EFESegundo a imprensa local, para despedir o treinador, a federação pagou cerca de US$ 500 mil de multa, menos de 25% do que era previsto

O técnico colombiano Reinaldo Rueda, com passagem pelo Flamengo, assinou a rescisão contratual com a Federação de Futebol de Chile (FFCh) e não é mais o técnico da seleção de futebol do país, deixando o cargo após pouco mais de três anos. “A Federação Chilena de Futebol anuncia que o diretor técnico Reinaldo Rueda chegou a um acordo para não continuar treinando a seleção chilena. A federação reconhece e aprecia a dedicação, o trabalho e o compromisso de Rueda, que esteve à frente de ‘La Roja’ desde 8 de janeiro de 2018”, pronunciou-se a entidade em comunicado. O ex-técnico do Flamengo é cotado para substituir o português Carlos Queiroz e assumir a seleção da Colômbia, que vem de duas duras derrotas nas Eliminatórias, para o Uruguai por 3 a 0 em casa e para o Equador por 6 a 1 em Quito.

Segundo a imprensa local, para despedir o treinador, a federação pagou cerca de US$ 500 mil de multa, menos de 25% do que era previsto inicialmente. Sob o comando de Rueda, ‘La Roja’ disputou 27 jogos, com nove vitórias, oito empates e dez derrotas, terminando a Copa América de 2019 em quarto lugar. Em compromissos oficiais, foram três triunfos, duas igualdades e cinco reveses, o que deixa a equipe na sexta posição das Eliminatórias para a Copa do Mundo do ano que vem, com quatro pontos em quatro rodadas. “A partir deste ponto, a FFCh está livre para procurar uma nova comissão técnica, de acordo com as diretrizes definidas e o objetivo de se classificar para a Copa do Mundo da FIFA de 2022, no Catar”, acrescenta a nota.

*Com informações da EFE





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui