Regra sobre uso de maconha por atletas deveria ser revista, diz federação de atletismo

0
8


As regras sobre o uso de maconha por atletas deveriam ser revistas, disse o presidente da federação internacional de atletismo, Sebastian Coe, nesta terça-feira, depois que a estrela da modalidade Sha’Carri Richardson perderá os Jogos de Tóquio por um teste antidoping positivo para a substância.

A velocista, que tinha o objetivo de se tornar a primeira norte-americana em 25 anos a ganhar o título olímpico feminino dos 100m rasos depois que Marion Jones teve retirado seu ouro de 2000, teve um teste antidoping positivo para maconha no mês passado, depois de alcançar a vitória nos 100m nas eliminatórias olímpicas do atletismo dos Estados Unidos.

Ela foi suspensa por um mês e teve anulado o resultado das eliminatórias, o que a impediu de participar dos Jogos de Tóquio. Richardson disse à época que fez usou de maconha enquanto lidava com a notícia da morte de sua mãe. Ela também usou a droga no Oregon, onde o uso é permitido.

“Deveria ser”, disse Coe a um pequeno grupo de repórteres, nesta terça-feira, quando questionado se a regra deveria ser revista. “É sensato, já que nada é colocado em tábuas de pedra.”

“Você se adapta e ocasionalmente reavalia. A Unidade de Integridade do Atletismo (AIU) é absolutamente a melhor organização para olhar para isso”, disse Coe, um ex-bicampeão olímpico dos 1500m.

“Falei com David Howman (o presidente da AIU) sobre isso. A AIU analisará isso à luz das circunstâncias atuais.”

A suspensão de Richardson gerou uma onda de simpatia pela atleta, inclusive do presidente dos EUA Joe Biden, e pedidos por uma revisão das regras antidoping. Os Jogos, agora, acontecerão sem um dos maiores novos nomes do atletismo.

A maconha é proibida pela Agência Mundial Antidoping (Wada), mas se os atletas puderem provar que a ingestão não está relacionada ao desempenho, então recebem uma pena mais curta do que os habituais dois ou quatro anos de suspensão para outras substâncias proibidas.

“Sinto muito por ela”, disse Coe. “Perdemos um talento notável. É razoável fazer uma revisão sobre isso. Ela vai se recuperar. É uma derrota para a competição.”

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6Q17L-BASEIMAGE










Fonte: Mix Vale