Real Madrid confirma a saída de Zidane: ‘Está no coração do madridismo’

0
9


Ídolo do clube, francês deixa o comando da equipe depois de uma temporada sem títulos; Raúl González, Antonio Conte e Massimiliano Allegri são cotados para o cargo

Rodrigo Jiménez/EFEReal Madrid foi o único clube dirigido por Zidane

O Real Madrid confirmou, na manhã desta quinta-feira, 27, a saída do técnico Zinedine Zidane, que ainda tinha mais um ano de contrato com o clube espanhol. O francês vinha sendo criticado pelo desempenho de sua equipe, que não conquistou nenhum título na última temporada – foi a primeira vez desde a temporada 2009/10 que o Real não venceu nenhum campeonato disputado. De acordo com o jornal espanhol “As”, três nomes despontam como favoritos para substituí-lo: o ex-atacante Raúl González, ídolo do clube e atual comandante do Real Castilla, equipe B do time merengue, e os italianos Antonio Conte, que deixou a Inter de Milão, e Massimiliano Allegri, ex-técnico da Juventus.

“O Real Madrid anuncia que Zinedine Zidane decidiu dar por finalizada esta etapa como treinador do nosso clube. É tempo agora de respeitar a sua decisão e mostrar nosso agradecimento pelo profissionalismo, dedicação e paixão em todos os esses anos, e pelo que representa a sua figura para o Real Madrid. Zidane é um dos grandes nomes do Real Madrid e a sua lenda vai mais longe do que ele foi como treinador e jogador do nosso clube. Ele sabe que está no coração do madridismo e que o Real Madrid será sempre a sua casa”, diz o comunicado oficial.

Esta foi a segunda passagem de Zidane pelo Real Madrid. De março de 2019 a maio de 2021, conquistou o Campeonato Espanhol e a Supercopa da Espanha na temporada 2019/20. Entre 2016 e 2018, o francês conquistou três edições da Liga dos Campeões três taças do Mundial de Clubes, duas Supercopas da Europa, um Campeonato Espanhol e uma Supercopa da Espanha no Real Madrid. No total, o treinador esteve à frente do clube em 283 partidas – foram 182 vitórias, 61 empates e 39 derrotas.





Fonte: Jovem Pan