Primeiro gol a favor e último contra: a história de Ronaldo com o Cruzeiro | Placar

0
9



A trajetória de Ronaldo Fenômeno dentro das quatro linhas é muito ligada ao Cruzeiro. Novo dono do clube mineiro, o ex-jogador deu os primeiros passos profissionais com a camisa do time e anotou o seu último gol da carreira justamente contra o Cruzeiro, quando defendia o Corinthians

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Nascido no Rio de Janeiro, em 22 de setembro de 1976, Ronaldo cresceu no subúrbio da capital carioca, deu seus primeiros passos com a bola atuando pelo futsal até ir para o campo defendendo as cores do São Cristóvão.

Depois de dois anos e meio jogando nas divisões de base do São Cristóvão e convocado para a disputa do Sul-Americano sub-17 com a seleção brasileira, o atacante recebeu uma proposta, em 1993, para defender o Cruzeiro.

Aos 16 anos de idade, o então Ronaldo Luís fez sua estreia no futebol profissional com a camisa do time mineiro e, pouco depois, em agosto de 1993, anotou seu primeiro gol como profissional em um amistoso na Europa contra o Belenenses, de Portugal. Pelo Cruzeiro, Ronaldo conquistou a Copa do Brasil de 1993 e o Mineiro de 1994.

Continua após a publicidade

Depois do destaque com a camisa do clube mineiro, o atleta se transferiu para o PSV, da Holanda, e trilhou uma brilhante carreira em solo europeu. O atacante ainda defendeu Barcelona e Real Madrid, da Espanha, e Inter de Milão e Milan, da Itália. Além de títulos nacionais e internacionais pelos clubes que defendeu, o atacante ainda foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 1996, 1997 e 2002, e conquistou por duas vezes a Copa do Mundo, em 1994 e 2002.

No seu retorno ao futebol brasileiro, em 2009, Ronaldo optou pelo Corinthians. No mesmo ano em que foi contratado, o atacante garantiu os título do Paulistão e da Copa do Brasil pelo clube paulista. Por acaso do destino, foi justamente contra o Cruzeiro o seu último gol como profissional.

Em 2010, o clube paulista e o mineiro disputavam o título do Brasileirão e, em novembro, se enfrentaram no Pacaembu. Em um lance polêmico aos 42 minutos do segundo tempo, o zagueiro Gil disputou pelo alto com Ronaldo, que caiu, e o árbitro Sandro Meira Ricci marcou pênalti. O lance ainda contou com a expulsão do defensor e muita reclamação por parte dos cruzeirenses, que na época eram comandados pelo técnico Cuca.

O próprio Fenômeno foi para a cobrança e converteu, selando a vitória por 1 a 0. Até hoje o lance é alvo de muitas reclamações por parte dos mineiros. Naquele ano, o Fluminense, de Muricy Ramalho, se sagrou campeão. Ronaldo pendurou as chuteiras em 2011, logo após a desclassificação precoce do Corinthians na Libertadores, para o Tolima-COL.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN! 

Continua após a publicidade



Fonte: Veja Esportes