Presidente do Atlético-MG faz reunião com elenco e defende Zaracho após episódio com organizada

Sergio Coelho revelou que fez cobranças aos jogadores, mas Cuca afirmou que o encontro foi de ‘confiança’

Reprodução/ GaloTVsergio coelho; presidente do atlético-mg
Sergio Coelho concedeu entrevista à GaloTV sobre uma reunião com o elenco do clube

O Atlético-MG vive um momento conturbado na temporada. Vencendo apenas um jogo dos últimos cinco e levando pressão da torcida, o presidente Sergio Coelho se reuniu com a comissão técnica e todos o elenco na tarde desta quarta-feira, 21, na Cidade do Galo. “Fizemos uma reunião muito boa com toda a comissão técnica, jogadores. Conversamos sobre o momento que estamos vivendo e é preciso mudar o nosso rumo até o final do ano. Saio desse encontro satisfeito e acho que levamos a mensagem correta a todos que estavam presente. Fizemos nossas colocações e cobranças de uma forma de alto nível”, disse o dirigente em entrevista à GaloTV. Cuca também deu seu parecer sobre o encontro. Ele tem sido cobrado pelo desempenho da equipe desde que retornou. Em 10 jogos foram apenas duas vitórias, quatro empates e nove derrotas num aproveitamento de 33%.

“É a primeira vez que houve uma reunião assim de cobrança, de confiança. Acho que os diretores foram muito felizes quando cobraram. Eles dão a melhor condição, a melhor estrutura, o salário está em dia e nós precisamos reagir dentro do campeonato e que podemos acabar bem. Foi uma reunião com otimismo, não foi para falar só de problemas”, disse o treinador. O clube também se posicionou sobre a abordagem da torcida organizada contra o jogador Matías Zaracho em um bar de Belo Horizonte na noite de terça-feira. “Sobre o episódio divulgado ontem nas redes, envolvendo o meia Zaracho, o Galo declara estar fechado com o jogador, que tem o apoio e confiança da diretoria, comissão e companheiros. Zaracho é exemplo de determinação, dedicação e profissionalismo”, disseram.



Fonte: Jovem Pan