Por que o Brasil tinha sete jogadores no ataque no gol da Croácia? | Placar


Duas perguntas dominaram os debates depois da inesperada eliminação do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo, na última sexta-feira, 9, diante da Croácia. A primeira: por que Neymar não bateu o primeiro pênalti da disputa? E a segunda: por que a seleção estava com tantos jogadores no campo de ataque faltando quatro minutos para acabar o jogo, com vantagem de 1 a 0 no placar?

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 9,90/mês. Não perca!

Esta análise tenta responder à segunda questão. Revendo a jogada desde o início, é possível observar a sequência de eventos que começa com o Brasil em uma postura cautelosa, passa por uma oportunidade de gol desperdiçada e termina em uma série de erros defensivos que acabam no empate croata – contando também com o azar de um desvio que tira Alisson do lance. Confira:

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

A jogada começa aqui: lateral para o Brasil no campo de defesa. Importante já dizer que a ideia de que o Brasil não tentou defender a vantagem é falsa. No segundo tempo da prorrogação, a Croácia teve muito mais posse, e o Brasil marcou quase sempre no campo de defesa.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Danilo bate o lateral para frente, mirando Pedro, mas a bola não alcança o centroavante. Modric corta de cabeça. Aqui, o posicionamento defensivo do Brasil é normal. Fred e Casemiro estão mais atrás, Antony e Rodrygo nos laterais da Croácia, Pedro e Neymar por dentro.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

A bola fica viva, o zagueiro Lovren se atrapalha para controlar. Pedro pressiona, e Lovren dá um passe na fogueira para Gvardiol, o outro zagueiro. Fred vê a oportunidade de ganhar a bola, pressiona Gvardiol – e recupera em um setor perigosíssimo. A bola sobra limpa para Pedro.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Aqui, o primeiro erro. Pedro está sozinho, com a bola controlada. A defesa croata está exposta. O Brasil vê a chance e corre para frente. Mas Pedro se precipita e dá um passe ruim para Fred. Ele não espera o companheiro emparelhar com Gvardiol, e solta a bola muito antes.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Fred quase consegue chegar antes na bola, mas Gvardiol chega mais inteiro e desarma o brasileiro com um carrinho. Nisso, os atacantes da seleção estavam correndo para frente, esperando Fred ganhar a jogada, o que geraria uma oportunidade clara de fazer 2 a 0 e matar o jogo.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Fred levanta e corre atrás da bola para pressionar. Decisão certa? Levando em conta o comportamento padrão do time, sim. O Brasil sempre pressiona logo após perder a bola, ainda mais numa posição tão avançada, com vários jogadores na frente, quando a chance de recuperar é maior.

Continua após a publicidade

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Pressionado por Fred, Lovren dá um bico para frente, e Danilo ganha de cabeça, devolvendo a bola para a zona de disputa. Dá para ver Tite reclamando com o árbitro de falta em Fred no carrinho de Gvardiol, mas o zagueiro croata pegou só a bola. Enquanto isso, Pedro, Rodrygo e Neymar se mantêm em posições avançadas, provavelmente esperando que a posse vá ficar com o Brasil.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Majer devolve de cabeça e a bola cai para Modric. Um detalhe importante aqui é que Alex Sandro (amarelo) avança porque percebe que Vlasic (vermelho), que é o jogador que ele tem que marcar, está livre. Aí vem o segundo erro, o erro fatal. Casemiro decide pressionar Modric…

Brasil x Croácia
Globo/Reprodução

Mas Casemiro erra o bote, toma o giro e não consegue fazer a falta para matar a jogada. Modric (ou o toque foi de Casemiro?) encontra Vlasic, que corre por dentro, enquanto Alex Sandro esperava o passe por fora (note a orientação do corpo dele). Fred é o único que volta correndo, tentando recuperar sua posição.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

A partir daí, o Brasil está exposto. Alex Sandro está distante de Vlasic, e Danilo, Thiago Silva e Marquinhos estão no mano a mano com os centroavantes Budimir e Petkovic e o ponta Orsic. Casemiro, provavelmente exausto, não consegue voltar rápido. É uma situação de quatro contra quatro, e Danilo está mancando.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Budimir corre de fora para dentro e arrasta Danilo, abrindo o corredor esquerdo para Orsic. A prioridade do Brasil em situações assim é proteger o centro, forçando o adversário a jogar por fora. Há uma breve indecisão entre Danilo e Thiago Silva sobre quem abre para marcar Orsic. Alex Sandro segue tentando chegar em Vlasic. Casemiro, cansado, tenta voltar.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Danilo, exausto, dá tudo de si, mas não chega a tempo de cortar o cruzamento de Orsic. Thiago Silva fecha o meio da área, mas Marquinhos está sobrecarregado porque Alex Sandro perseguiu Vlasic até o fim e está do outro lado do campo. Caos na defesa do Brasil, uma cena raríssima nos últimos anos.

Brasil x Croácia - análise do gol
Globo/Reprodução

Petkovic escapa da atenção de Marquinhos e bate mal, mascado. Aí, o azar: a bola desvia em Marquinhos e mata Alisson, que já estava com os pés fincados para fazer a defesa e não tem tempo de armar um novo salto. Casemiro chega só agora, atrás de outro croata. Fred também chega tarde demais, após cruzar o campo.

E assim, no único erro defensivo grave do Brasil, saiu a única finalização a gol da Croácia, que desviou e entrou. O erro não foi ter gente demais no campo de ataque – essa foi uma situação específica do jogo, uma oportunidade de gol -, mas sim a execução malfeita da marcação após perder a bola na frente, algo que a seleção normalmente faz muito bem. Pior para o Brasil, que voltou para casa mais cedo após falhar nos pênaltis.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN

Continua após a publicidade



Placar – Abril