Por que Atalanta pode dificultar a vida do PSG na Liga dos Campeões

0
18

Paris Saint-Germain e Atalanta abrem as quartas de final da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, 12, na cidade de Lisboa, em Portugal. Apontado como favorito para o confronto, o time francês, que conta com Neymar, Marquinhos e companhia, não deve ter um jogo fácil pela frente. Terceira colocada do Campeonato Italiano e dona de um dos melhores ataques da temporada europeia, a equipe treinada por Gian Piero Gasperini vem encantando e possui bons números na retomada do futebol: são 9 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota. Mais do que os resultados, a Atalanta também é considerada a sensação da temporada europeia devido ao seu estilo ofensivo. No Calcio, o time de Bérgamo finalizou sua campanha somando 98 gols em 38 rodadas, contabilizando uma média de 2,57 tentos por partida.

Em comparação com outros gigantes da Europa, os números da Atalanta também são expressivos. Das cinco principais ligas do continente, o grupo nerazzurri só marcou menos que Bayern de Munique (100 gols em 34 rodadas) e Manchester City (102 vezes em 38 jogos). O PSG, adversário nas quartas da Liga dos Campeões, somou 75 tentos em 27 partidas. Os nomes de maior destaque na Atalanta são os do argentino Papu Gómez, camisa 10 do time, e de Jospi Ilicic, esloveno que usa a camisa 72, mas que é baixa para o duelo de hoje. Os artilheiros no nacional, entretanto, são os colombianos Durvan Zapata e Luís Muriel. A quantidade de jogadores decisivos do meio para frente mostra que a equipe possui um jogo coletivo forte, sem depender tanto do individualismo de algum craque.

Montada em um esquema com três zagueiros, a Atalanta encanta por ser um time móvel e envolvente, com jogadores que trocam de posição constantemente na frente e que contam com o apoio dos alas Hateboer e Gosen. Atrás, o brasileiro Rafael Toloi, ex-Goiás e São Paulo, é um dos homens de confiança do treinador. O sistema defensivo, inclusive, era apontado como uma das falhas da Atalanta antes da paralisação no futebol devido à pandemia de Covid-19. Gasperini, porém, parece ter conseguido consertar o problema – diminuindo a média de gols sofridos depois da paralisação do torneio devido à pandemia da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

Na atual temporada, os italianos também estão mostrando força contra times grandes. Na fase de grupos da Champions League, a Atalanta até foi goleada pelo City fora de casa, mas conseguiu um valioso empate contra os comandados por Pep Guardiola em Bérgamo. Já nas oitavas, o Valencia não teve chance e acabou sendo derrotado nos dois confrontos (4 a 1 e 3 a 4). Na liga nacional, o time teve vitórias convincentes contra a Lazio (3 a 2) e Napoli (2 a 0) e Milan (5 a 0), além de ter empatado com a campeã Juventus (2 a 2).

Desta forma, vale o Paris Saint-Germain estar concentrando para não ver a chance de chegar às semifinais da Champions League escapar entre os dedos. O time treinado por Thomas Tuchel entrou em campo apenas duas vezes desde a paralisação no futebol, tendo dificuldades para superar seus adversários na Copa da França e da Copa da Liga Francesa. Além disso, Verratti e Di María são baixas certar para a partida, enquanto Mbappé pode ser surpresa de última hora.  Quem avançar entre PSG e Atalanta, encara o vencedor de Atlético de Madri e Rb Leipzig na semifinal, também em Lisboa. A grande decisão está agendada para o dia 23 de agosto, no Estádio da Luz.


Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui