Pirani veste a camisa 10 para levar o Santos às quartas de final da Sul-Americana – 14/07/2021 – Esporte

0
10


Jogador com mais partidas disputadas pelo Santos nesta temporada, 31 ao todo, Gabriel Pirani terá a sua regularidade na equipe premiada na Copa Sul-Americana. No torneio, ele passará a vestir a camisa 10, que por tantos anos foi carregada por Pelé.

O número vinha sendo usado por Soteldo, que recentemente deixou o time para atuar no Canadá. O jovem de 19 anos costuma exibir o número 20.

Nesta quinta-feira (15), Pirani será o 10 pela primeira vez, diante do Independiente (ARG), às 19h15, na Vila Belmiro, no jogo de ida pelas oitavas de final do segundo principal torneio de clubes do continente. O confronto será exibido pela Conmebol TV. A partida de volta será no dia 20, na Argentina.

“Sem dúvida, é uma responsabilidade muito grande. Fiquei feliz demais e me sinto honrado. Eu fui pego de surpresa com essa mudança, mas isso mostra que meu trabalho está sendo bem feito”, afirmou o atleta.

Segundo o jovem, o técnico Fernando Diniz mantém conversas diárias com ele e o cobra para que sempre mantenha a regularidade em suas atuações.

“Estou tendo essa sequência longa e sei que está sendo muito importante para a minha evolução como jogador profissional”, disse.

O próprio Diniz é outro que procura mostrar evolução em sua carreira. Esta será a quarta participação do treinador em competições internacionais. Por enquanto, ele nunca disputou as quartas de final.

Na temporada passada, com o São Paulo, o técnico caiu na fase de grupos da Libertadores e, depois, foi eliminado nas oitavas da Sul-Americana.

Em 2019, ele comandava o Fluminense, que superou o Peñarol (URU) nas oitavas da Sul-Americana, mas foi demitido antes de enfrentar o Corinthians, nas quartas.

No ano anterior, ele estava à frente do Athletico, mas também foi desligado do clube e só participou da primeira fase do torneio, justamente na campanha em que o clube foi campeão.

O Santos, por sua vez, está em sua sétima participação na Sul-Americana e busca o inédito título.



Fonte: Máquina do Esporte