Perdas financeiras do Manchester United aumentam com queda da receita de transmissões

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

(Reuters) – O Manchester United divulgou nesta quinta-feira uma perda líquida trimestral mais ampla, com a receita de transmissão caindo e os salários dos jogadores crescendo, dias depois que o clube da Premier League não se classificou para a lucrativa Liga dos Campeões da Europa da próxima temporada.

O clube inglês garantiu uma vaga na Liga Europa da próxima temporada após terminar o campeonato nacional em sexto lugar com 58 pontos –sua menor pontuação na era da Premier League.

“Foi claramente uma temporada decepcionante para a equipe principal masculina”, disse o presidente-executivo Richard Arnold.

“O trabalho está em andamento para resolver isso, liderado por nosso diretor de futebol, John Murtough, e nosso novo técnico, Erik ten Hag”, afirmou Arnold.

O clube de Old Trafford trouxe Ten Hag, do Ajax Amsterdã, como novo treinador para a próxima temporada, tornando o holandês o quinto técnico permanente nomeado desde que Alex Ferguson encerrou sua vitoriosa passagem de 26 anos pelo clube em 2013.

O clube, listado na bolsa de valores de Nova York, registrou um prejuízo líquido de 27,7 milhões de libras (34,9 milhões de dólares) nos três meses até 31 de março, em comparação com uma perda de 18,1 milhões de libras um ano antes.

A receita total do clube, de propriedade da família norte-americana Glazer, no entanto, cresceu 29%, para 153 milhões de libras, depois que as vendas de ingresso aumentaram 20 vezes, com a volta da torcida a Old Trafford após as restrições da Covid-19.

(Reportagem de Yadarisa Shabong em Bangaluru)







Fonte: Mix Vale