Palco de protestos, NBA comemora condenação de policial pela morte de George Floyd

0
8


Apesar da decisão, representantes da liga e da Associação Nacional de Jogadores de Basquete garantem que ainda há muito a ser feito contra a violência policial nos EUA

Reprodução/ TwitterDurante a temporada 2019/20 houveram muitos protestos dentro da quadra da NBA

Na noite desta terça-feira, 20, o ex-policial Derek Chauvin foi considerado culpado de todas as acusações pelo episódio que resultou na morte de George Floyd, nos Estados Unidos, em maio de 2020. A decisão foi muito comemorada por movimentos sociais e também por instituições esportivas, como a NBA. Palco de protestos durante a temporada passada e com muitos de seus atletas participando das manifestações ao redor do país, a liga de basquete norte-americano se pronunciou nas redes sociais sobre o veredito. O Comissário da NBA, Adam Silver, e a diretora executiva da Associação Nacional de Jogadores de Basquete, Michele Roberts, assinaram uma nota dizendo que estavam ‘satisfeitos’ com a resolução do caso, mas que ainda há muito o que se fazer pela igualdade de raças e contra a violência policial nos EUA.

“O assassinato de George Floyd foi um ponto crítico de como vemos a raça e a justiça em nosso país, e estamos satisfeitos que a justiça pareça ter sido feita. Mas também reconhecemos que há muito trabalho a ser feito e a National Basketball Association e a Associação Nacional de Jogadores de Basquete, junto com nossa recém-formada Coalizão de Justiça Social, redobrará nossos esforços para defender mudanças significativas nas áreas de justiça criminal e policiamento “, diz a nota. A liga é muito conhecida por seu envolvimento em causas sociais.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui