Não foi dessa vez: Neymar fica de fora do ‘Top 3’ dos melhores da Europa; conheça finalistas

0
67


A Uefa anunciou hoje os três candidatos a melhor jogador da Europa na temporada e ignorou o craque do PSG

David Ramos/EFENeymar chorou após a derrota para o Bayern de Munique na final da Liga dos Campeões da Europa

Não será dessa vez que Neymar ganhará o prêmio de melhor jogador do futebol europeu. O atacante polonês Robert Lewandowski, o goleiro alemão Manuel Neuer, ambos do Bayern de Munique, e o meia belga Kevin De Bruyne, do Manchester City, são os três finalistas ao prêmio de melhor jogador da temporada da Uefa, que será entregue no dia 1º de outubro. O craque brasileiro do PSG esteve a um passo de integrar o “Top 3”, mas acabou na quarta colocação ao lado de Lionel Messi, do Barcelona. O português Cristiano Ronaldo, da Juventus, ficou em 10º lugar. Na categoria feminina, as finalistas ao prêmio são a lateral-direita inglesa Lucy Bronze, ex-Lyon e agora do Manchester City, a atacante dinamarquesa Pernille Harder, ex-Wolfsburg e agora do Chelsea, e a zagueira francesa Wendie Renard.

Pela primeira vez, a Uefa premiará neste ano os técnicos que tiveram mais impacto durante a temporada. Os finalistas na categoria masculina são três alemães: Hans-Dieter Flick, campeão da Champions League com o Bayern de Munique, Jürgen Klopp, do Liverpool, e Julian Nagelsmann, do RB Leipzig. Na categoria do futebol feminino, o espanhol Lluís Cortés, do Barcelona, disputa o prêmio com o alemão Stephan Lerch, do Wolfsburg, e o francês Jean-Luc Vasseur, do Lyon, vencedor da Liga dos Campeões.

Os candidatos a melhor jogador e melhor treinador foram selecionados por um júri composto por 80 técnicos dos clubes que participaram das fases de grupo da Liga dos Campeões e da Liga Europa, além de 55 jornalistas de cada federação que integra a Uefa selecionados pelo grupo European Sports Media (ESM). O júri para selecionar a melhor jogadora e o melhor técnico do futebol feminino foi integrado pelos treinadores dos oito clubes que participaram da fase final da Champions feminina, além dos técnicos das 12 federações mais bem colocadas no último ranking de coeficiente da Uefa e 20 jornalistas especializados.

*Com informações da Agência EFE e do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui