Não esperem que eu seja calmo e educado no rádio, diz Hamilton

0
9


(Reuters) – Lewis Hamilton disse que não ficou furioso com a equipe depois que a estratégia do boxe lhe custou uma vaga no pódio no Grande Prêmio da Turquia de domingo, dizendo que sua revolta no rádio do carro foi o calor do momento enquanto disputava posições.

O heptacampeão mundial, que largou no 11º lugar do grid devido a penalidades de substituição de motor, estava no terceiro lugar quando foi chamado para uma troca de pneus, mas preferia ter continuado na tentativa de alcançar a Red Bull de Max Verstappen.

Hamilton reagiu com raiva no rádio quando descobriu que havia perdido duas posições no box ao chegar em quinto lugar, o que permitiu que Verstappen abrisse uma dianteira de seis pontos no campeonato de pilotos a seis corridas do final da temporada.

“Nunca esperem que eu seja todo calmo e educado no rádio quando estou correndo, somos todos muito intensos e no calor do momento essa intensidade pode vir à tona, como vem para todos os pilotos”, escreveu Hamilton no Instagram nesta segunda-feira.

Fornecedora de pneus da F1, a Pirelli apoiou a estratégia da Mercedes no domingo, e seu chefe Mario Isola disse que é perigoso da parte de Hamilton forçar os limites dos pneus intermediários correndo 58 voltas.

Depois da prova, o britânico disse que foi duro para ele abdicar da posição por não conhecer o quadro geral.

“Não é verdade dizer que estou furioso com minha equipe. Como equipe, trabalhamos duro para construir a melhor estratégia possível, mas à medida que a corrida progride você tem que tomar decisões repentinas, há muitos fatores mudando constantemente”.

(Por Rohith Nair em Bengaluru)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9A0ZC-BASEIMAGE










Fonte: Mix Vale