Na Vila, Santos vence Bahia por 3 a 1 e se mantém próximo ao G-4 do Brasileirão 

0
13


Peixe se recupera da derrota para o Fluminense, vai aos 30 pontos e ocupa a sexta colocação; rivais permanecem com 19 pontos, mesma pontuação do Bragantino, que abre a zona do rebaixamento

RICHARD CALLIS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOMarinho foi autor de um dos gols do Santos

O Santos venceu o Bahia na Vila Belmiro por 3 a 1, em partida válida pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os quatro gols do jogo, marcados por Madson, Marinho e Jobson, para o time paulista, e Daniel, para os visitantes, aconteceram no primeiro tempo. Com o resultado, o Peixe chegou aos 30 pontos, na sexta colocação. O Bahia, com 19 pontos, está na 15ª colocação, mesma pontuação do Bragantino, que abre a zona do rebaixamento.

Eficiente, o Santos não demorou para abrir o placar. Madson fez o primeiro, após bela jogada de Soteldo pela esquerda, aos nove minutos. Aos 26, o artilheiro Marinho, autor de 12 gols no Brasileirão, ampliou, com a ajuda de um desvio em Juninho, que ‘matou” Douglas Friedrich. O Bahia descontou no primeiro ataque. Nino Paraíba fez bela jogada pela direita, cruzou, Luan Peres falhou e Daniel completou de primeira: 2 a 1, aos 28. Oito minutos depois, veio a falha de Douglas na falta de Jobson: 3 a 1 para o time da casa. O mesmo Jobson quase fez contra, ao desviar uma cobrança de falta que veio da esquerda, aos 39, mas a bola pegou na trave.

No segundo tempo, o Santos voltou melhor. Optou por toques curtos, o que facilitou os acertos, principalmente com o aumento da chuva. Ao contrário da primeira etapa, Douglas Friedrich esteve mais confiante e fez duas belas defesas. O Bahia diminuiu o ritmo no segundo tempo, pouco atacou, o que causou um diminuição na concentração dos jogadores santistas. Um exemplo disso foi a falha na saída de bola do goleiro João Paulo, proporcionando a finalização de Daniel na trave, aos 28 minutos. Daí em diante, o jogo ficou morno. O Santos acomodou-se com o resultado e o Bahia até tentou alguns lances em bolas alçadas, mas sentiu que não tinha força para pelo menos diminuir a desvantagem.





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui