Miranda, Hulk e Rafinha: Clubes vão às compras e deixam o Brasileirão 2021 repleto de estrelas

0
14


Com contratações de impacto, São Paulo e Atlético-MG são os destaques no mercado da bola; em crise financeira, Corinthians espera oportunidade de mercado e Santos cumpre punição

Rubens Chiri/saopaulofc.netZagueiro da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2018, Miranda está de volta ao país para jogar no São Paulo, onde é ídolo

Mesmo com os Estaduais ainda rolando, os dirigentes se movimentam para montar os elencos para o restante do ano. Não há como negar que Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil são mais cobiçados do que o Paulista, o Mineiro ou o Carioca. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou, na semana passada, a tabela do Campeonato Brasileiro 2021, previsto para começar no dia 30 de maio, e deixou ansiosos os torcedores que sonham com a conquista nacional. Neste ano, mesmo com a crise provocada pela pandemia do coronavírus, os clubes investiram e trouxeram contratações de peso. O zagueiro Miranda e o atacante Hulk, dois atletas com Copa do Mundo no currículo, estão de volta ao Brasil após longa temporada fora do país.

Até o momento, Atlético-MG e São Paulo são os grandes destaques dos bastidores, com diversas contratações de peso. O Galo, buscando ser protagonista, fortaleceu o seu setor ofensivo com Hulk, que estava no chinês Shangai SIPG, e Nacho Fernández, estrela do River Plate entre 2016 e 2020. O Tricolor paulista, por sua vez, adquiriu peças para todas as faixas do campo, tendo como destaques, além de Miranda, o meia Benítez e o atacante Éder. O Grêmio foi mais pontual, mas sua única contratação enche os olhos da torcida. O lateral-direito Rafinha deixou o Bayern de Munique em 2019 com status de ídolo e fez sucesso no Flamengo. Após ganhar seis títulos em vermelho e preto, entre eles uma Libertadores e um Brasileiro, ele bateu e voltou no Olympiakos, da Grécia, e agora vestirá a camisa tricolor. Já os clubes que estão com as finanças comprometidas esperam oportunidades de mercado (atletas que estão em fim de contrato ou sem espaço em outras equipes). Foi assim, por exemplo, que Cazares chegou ao Corinthians em 2020. No entanto, o Timão fechou a torneira e não contratou ninguém neste ano.

Entre os times com menor poder de investimento, o Cuiabá é um dos que mais se destacam. Pela primeira vez na elite do futebol nacional — colocando o Mato Grosso de volta à primeira divisão pós 35 anos —, o caçula do Brasileirão fechou com atletas conhecidos como o goleiro Walter, os defensores Paulão, Marllon e Uendel, além dos atacantes Osman e Jonathan Cafu. O Ceará, outro que deve começar o Brasileirão com a missão de permanecer na Série A, já contratou 13 jogadores. A pandemia da Covid-19 e a incerteza sobre a continuidade do futebol, porém, fizeram outros mandatários serem mais comedidos. Até a publicação desta matéria, Palmeiras e Flamengo haviam contratado apenas um jogador cada, enquanto o Corinthians nem sequer se movimentou. Há aqueles que ficaram impedidos de ir ao mercado, como Santos e Athletico-PR, punidos pela Fifa — os paulistas por causa de uma dívida com o Huachipato, do Chile, e os paranaenses acusados de contratar Rony irregularmente após o jogador romper unilateralmente contrato com o Albirex Niigata, do Japão. O Furacão se livrou da sanção apenas no último dia 25.

Reforços dos times da Série A do Campeonato Brasileiro

América-MG: Ricardo Silva (zagueiro), Leandro Carvalho (atacante), Juninho (volante), Yan Sasse (meia), Bruno Nazário (meia), Ribamar (atacante) e Luiz Fernando (atacante).
Athletico-PR: Antonio Oliveira (treinador), Marcinho (lateral).
Atlético-GO: Fernando Miguel (goleiro), Igor Carius (lateral), Nathan Silva (volante), André (volante), Victor Paraíba (meia), Matheus Oliveira (meia), Arthur Gomes (atacante), André Luís (atacante) e Pablo Dyego (atacante).
Atlético-MG: Cuca (treinador), Dodô (lateral-esquerdo), Nacho Fernández (meia) e Hulk (atacante).
Bahia: Denis Junior (goleiro), Luiz Otávio (Bahia), Gérman Conti (zagueiro), Jonas (volante), Pablo (volante), Matheus Galdezani (meio-campista) e Fabrício (atacante).
Bragantino: Maycon Cleiton (goleiro), Natan (zagueiro), Weverson (lateral), Rafael Luiz (lateral), Jadsom (volante), Vitinho (meia) e Pedrinho (atacante).
Ceará: João Ricardo (goleiro), Vinícius Machado (goleiro), Messias (zagueiro), Jordan (zagueiro), Gabriel Dias (lateral direito), Alessandro (lateral esquerdo), Willian Oliveira (volante), Lima (meio-campista), Jorginho (meio-campista), Marlon (meio-campista), Yony González (atacante), Jael (atacante) e Mendoza (atacante).
Chapecoense: Keiller (goleiro), Brayan (volante), Ravanelli (meia), Geuvânio (atacante), Kaio Nunes (atacante) e Fabinho (atacante).
Cuiabá: Walter (goleiro), Paulão (zagueiro), Marllon (zagueiro), Wálber (zagueiro), Uendel (lateral-esquerdo), Uillian Correa (volante), Camilo (volante), Guilherme Pato (atacante), Jonathan Cafu (atacante), Clayson (atacante) e Osman (atacante).
Corinthians: Ninguém.
Fortaleza: Matheus Jussa (zagueiro), Marcelo Benevenuto (zagueiro), Yago Pikachu (lateral direito), Daniel Guedes (lateral direito), Gustavo Blanco (volante), Éderson (volante), Lucas Crispim (meia), Isaque (meia), Robson (atacante) e Wellington Nem (atacante).
Flamengo: Bruno Viana (zagueiro).
Fluminense: Roger Machado (treinador), Rafael Ribeiro (zagueiro), Samuel Xavier (lateral direito) e Wellington (volante).
Grêmio: Rafinha.
Internacional: Miguel Ángel Ramírez (treinador) e Carlos Palácios (atacante).
Juventude: Marquinhos Santos (treinador), Vitor Mendes (zagueiro), Cleberson (zagueiro), Paulo Henrique (lateral direito), Yago (volante), Elton (volante), Matheus Jesus (volante), Wescley (meia), Renan Bressan (meia), Guilherme Castillo (meia) e Matheus Peixoto (atacante).
Palmeiras: Danilo Barbosa (volante).
Santos: Ninguém.
São Paulo: Hernán Crespo (treinador), Miranda (zagueiro), Orejuela (lateral direito), William (meio-campista), Benítez (meia), Bruno Rodrigues (atacante) e Éder (atacante).
Sport: Thiago Lopes (meia), Tréllez (atacante), Maxwell (atacante), Jonas Toró (atacante) e Neílton (atacante).





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui