Ministério Público espanhol abre investigação preliminar contra Rubiales – 28/08/2023 – Esporte


O Ministério Público espanhol informou, nesta segunda-feira (28), que abriu uma investigação preliminar contra Luis Rubiales, presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), que foi suspenso por “suposto crime de agressão sexual” após ter dado um beijo na boca da jogadora Jenni Hermoso.

A principal instância penal na Espanha afirmou em um comunicado que iniciou investigações preliminares “face às manifestações públicas” da jogadora da seleção feminina de que “o ato sexual sofrido pela mesma e praticado pelo senhor Rubiales não foi consentido”.

O MP anunciou que entrará em contato com Hermoso para informar que, “como vítima de um suposto crime de assédio sexual”, ela tem o direito de formalizar uma denúncia contra o presidente da RFEF, uma passo fundamental para que o processo judicial possa avançar.

Rubiales beijou a jogadora da seleção feminina na boca durante a cerimônia de entrega de medalhas da Copa do Mundo, vencida pela Espanha, o que gerou inúmeras críticas e reações mundo afora.

No sábado, a Fifa (Federação Internacional de Futebol) suspendeu o dirigente de suas funções por 90 dias enquanto tramita um processo disciplinar contra ele. O dirigente havia se recusado a deixar seu cargo e afirmado que o beijo em Hermoso foi “consentido”.

Na sexta-feira, a jogadora de 33 anos, por sua vez, afirmou que se sentiu “vulnerável e vítima de agressão” quando recebeu o beijo de Rubiales. “Foi um ato impulsivo, machista, inadequado e sem qualquer tipo consentimento da minha parte.”



Folha de S.Paulo