Marcos Braz cutuca presidente do Inter: ‘Não está acostumado a chegar nas finais’

0
12


O vice-presidente de futebol do Flamengo rebateu os comentários de Alessandro Barcellos; mandatário também falou sobre a negociação com Rafinha e apresentou Bruno Viana

ReproduçãoMarcos Braz durante entrevista coletiva virtual

Vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz rebateu os comentários do presidente do Internacional, Alessandro Barcellos, que questionou decisões da arbitragem na vitória do time colorado sobre o Vasco por 2 a 0, no último domingo. Em tom irônico, o dirigente do time rubro-negro considerou que as declarações do rival são para “botar pressão para o jogo futuro”, em referência ao duelo do próximo domingo que vale a liderança do Campeonato Brasileiro e é decisivo para definir o campeão. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, 16, Braz afirmou que Barcellos “se empolgou” por estar ansioso para ver o Inter ser campeão em razão do longo jejum de títulos da equipe no Brasileiro e entendeu que o objetivo do dirigente colorado é pressionar a arbitragem antes do jogo decisivo.

“Acho que o que o presidente (do Inter) falou lá é até em função de não estar acostumado a chegar nas finais. Se empolgou um pouco. Até porque, ninguém vai chegar e colocar pressão com o maior respeito que temos com o Inter. Não adianta ninguém ficar gritando”, rebateu Braz, que classificou a fala de Barcellos como “piada”. “A CBF está atenta, o Flamengo está atento. Já passei da fase de ficar discutindo pela imprensa. O que temos que fazer é diferente do que ele está fazendo. Acho que não está acostumado, está empolgado. O time dele está bem, mas tem que ir devagar com a louça o time lá do Sul”, alfinetou o vice do Flamengo. Rubro-Negro e Internacional se enfrentam no próximo domingo, no Maracanã, em duelo da penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Os gaúchos lideram o torneio com 69 pontos, um a mais que os cariocas, e se vencerem o confronto no Rio serão campeões nacionais antecipadamente depois de 41 anos.

Na entrevista coletiva, Marcos Braz também falou sobre a negociação para repatriar Rafinha, campeão brasileiro e da Libertadores pelo Flamengo em 2019. O dirigente revelou que o acordo está avançado, mas disse não haver pressa para assinar o contrato com o jogador, que recentemente rescindiu com o Olympiacos, da Grécia. “As questões estão avançadas, mas temos tempo para fazer essa contratação, o atleta também tem tempo para avaliar as questões, e esperamos um final feliz como na primeira vez. Não depende só do Flamengo”, comentou. “Já encaminhamos uma proposta do Flamengo, apresentando algumas questões diferentes de quando ele chegou aqui no ano retrasado. Passamos para ele todos os itens, colocamos alguns pontos em relação ao que o Flamengo e todos os times estão passando. Esperamos ser compreendidos por ele”, acrescentou o vice-presidente.

Primeiro reforço para a temporada 2021, Bruno Viana foi apresentado nesta terça-feira. O zagueiro de 26 anos, pouco conhecido no Brasil, mas com carreira na Europa, especialmente em Portugal, recebeu a camisa 30 e foi contratado sob a expectativa de ser o companheiro ideal de Rodrigo Caio na zaga do Flamengo, muito criticada nesta temporada pelo excesso de falhas. “Me vejo como um zagueiro técnico, rápido nas coberturas, prefiro jogar do lado direito, mas se for preciso atuo na esquerda. Tenho bom passe, uma leitura boa de jogo, e no decorrer dos treinos vou tentar me adaptar rápido à maneira que o Rogério trabalha”, apresentou-se o defensor. “Chego para ajudar a equipe a conquistar títulos, que é o mais importante, e fazer a minha história, que tem que ser grande. Quero deixar tudo que tenho do meu potencial aqui. O sonho de qualquer jogador é jogar no Maracanã cheio com a torcida do Flamengo. Na Europa, também se fala isso. Não vejo a hora de realizar um sonho meu e da minha família”, destacou o novo reforço.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui