Magic Johnson, astro histórico da NBA, é vacinado contra a Covid-19 nos EUA

0
12


O ex-pivô fez questão de mostrar aos seus seguidores nas redes sociais o momento em que o chefe do Corpo de Bombeiros de Los Angeles, Ralph Terrazas, fez a aplicação em seu braço

Reprodução/Twitter/Magic JohnsonMagic Johson, astro histórico da NBA, recebeu a vacina contra a Covid-19

O astro histórico da NBA Earvin “Magic” Johnson recebeu a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus nesta quarta-feira, aos 61 anos. O ex-pivô fez questão de mostrar aos seus seguidores nas redes sociais o momento em que o chefe do Corpo de Bombeiros de Los Angeles, Ralph Terrazas, fez a aplicação em seu braço. “Hoje recebi minha primeira dose da vacina Pfizer contra Covid-19. Estou muito animado por ter dado um dos passos finais para proteger a mim e minha família”, escreveu Magic, em seu Instagram, que agradeceu o prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, “por garantir que haja postos de vacinação por toda a cidade, especialmente nas comunidades afro-americanas e latinas”

O ex-jogador recebeu a primeira dose ao lado de dois famosos amigos: Arsenio Hall, de 65 anos, personagem principal da franquia “Um príncipe em Nova York”, e Danny Trejo, de 76, conhecido pelas atuações na série de filmes de ação “Machete”. Eles foram imunizados com vacinas de diferentes fornecedores. Magic recebeu a da Pfizer, enquanto que Hall foi picado com a dose única da Johnson & Johnson. Trejo ganhou a vacina da Moderna. Ambos incentivaram a vacinação na região sul de Los Angeles, que possui um dos menores índices de imunização da cidade. Apenas 4% da população foi vacinada na região até agora.

“Estou muito feliz por estar aqui com Danny e meu amigo de 40 anos Arsenio Hall para tomar a vacina porque é importante”, disse Magic, bem humorado. “Tenho feito tudo da maneira certa, usando minha máscara, limpando as mãos o tempo todo, tenho feito o teste de covid-19 a cada duas semanas. O mais importante agora é tomar essa vacina e relaxar minha mente. Fiz todas as minhas pesquisas e deveres de casa, consultei meus médicos e eles disseram que isso é o que eu deveria fazer”, acrescentou o ex-jogador, que oficializou no passado, no início dos anos 90, ser portador de HIV.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui