Libertadores: Santos anuncia jogo de volta contra San Lorenzo em Brasília

0
8


Partida acontecerá no dia 13 de abril, no Mané Garrincha, devido às restrições do governo de São Paulo por causa da pandemia de Covid-19

Ivan Storti/Santos FCJogo de ida acontece em Buenos Aires no dia 06 e volta no dia 13, em Brasília

O Santos anunciou nesta terça-feira, 30, que o jogo de volta contra o San Lorenzo, da Argentina, pela segunda fase da Copa Libertadores será realizado em Brasília, no estádio Mané Garrincha. A decisão é decorrente da proibição de realizar eventos esportivos no estado de São Paulo durante a fase mais restritiva da pandemia causada pela piora no número de casos e mortes por Covid-19. O jogo de ida acontece no dia 6 de abril, próxima terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires. A partida de volta será no dia 13 de abril, no mesmo horário, mas dessa vez na capital brasileira. Quem vencer conquistará vaga na fase de grupos do torneio continental.

Na fase anterior, a equipe de Ariel Holan passou pelo venezuelano Deportivo Lara. Em Santos, o primeiro jogo terminou com vitória alvinegra por 2 a 1. Na segunda e decisiva partida, o empate por 1 a 1 garantiu a vaga para os santistas. O estádio Mané Garrincha ainda será palco de outras duas finais no mês de abril. A primeira será a Supercopa do Brasil, entre Flamengo (campeão brasileiro) e Palmeiras (campeão da Copa do Brasil). O duelo está agendado para o dia 11 de abril. Em seguida, no dia 14, o Palmeiras (como campeão da Libertadores), também devido às restrições impostas no estado paulista, decidirá a Recopa Sul-Americana contra o Defensa y Justicia, da Argentina, campeão da Copa Sul-Americana.

O governo do Distrito Federal prevê recebimento de público no jogo entre rubro-negros e alviverdes. De acordo com o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF), o estádio teria liberação de 10% de sua capacidade e contaria com a presença na arquibancada de profissionais de saúde já vacinados contra o novo coronavírus. De acordo com levantamento do Conass divulgado nesta terça, o Distrito Federal tem 343.111 casos e 5.912 mortes desde o início da pandemia.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui