Klopp descarta assumir seleção da Alemanha: ‘Faltam 3 anos de contrato no Liverpool’

0
15


O treinador dos Reds foi questionado sobre o tema logo após a Federação Alemã anunciar que Joachim Löw deixará a seleção após a Eurocopa

Ali Haider/EFEJurgen Klopp duante entrevista coletiva no Liverpool

Poucas horas depois de a Federação Alemã de Futebol (DFB, na sigla em alemão) comunicar que Joachim Löw deixará o cargo de técnico da seleção da Alemanha após a Eurocopa, que será em junho e julho, Jurgen Klopp entrou na sala de imprensa nesta terça-feira para falar sobre o jogo do Liverpool contra o RB Leipzig, nesta quarta, pela rodada de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Mas o assunto principal foi outro. Um dos maiores cotados para a vaga que ficará aberta no meio do ano, Klopp logo de cara já deixou claro que não vai deixar o Liverpool ao final desta temporada para comanda a seleção de seu país. “Se estou disponível para o lugar? Não!”, respondeu o treinador. “Joachim Low fez um trabalho incrível durante tantos anos. Percebo que ele queira dar este passo após uma Eurocopa. E depois alguém ficará no seu lugar. Há vários bons treinadores alemães”, acrescentou Klopp.

Mas os jornalistas não ficaram satisfeitos e pouco depois, na entrevista coletiva, voltaram ao tema. “Não, não estarei disponível como potencial treinador da seleção alemã no verão ou depois do verão (no hemisfério norte). Faltam três anos de contrato no Liverpool. É simples: você assina um contrato e tenta cumpri-lo. Cumpri os meus contratos no Mainz e no (Borussia) Dortmund”, disse. Um dos técnicos da nova geração da Alemanha, Jules Nageslsmann, de 33 anos, que comanda o RB Leipzig, também foi questionado sobre essa situação de mudança no comando da seleção em sua entrevista coletiva e preferiu não falar muito do assunto. “Temos um jogo importante amanhã (quarta-feira) e francamente não me importa quem vai assumir a Alemanha. Creio que Klopp e Liverpool estão satisfeitos um com o outro”, salientou.

O duelo entre Liverpool e RB Leipzig nesta quarta será jogado na Arena Budapeste, na capital da Hungria, por conta das restrições de viagens ao Reino Unido como medida de prevenção à disseminação do novo coronavírus. Na ida, há três semanas, com o time alemão como mandante também em Budapeste, o clube inglês venceu por 2 a 0. Assim, o Liverpool pode perder por até um gol de diferença que se garante nas quartas de final da Liga dos Campeões.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui