Judô: Mayra Aguiar conquista seu terceiro bronze olímpico

0
37



A judoca brasileira Mayra Aguiar fez história na manhã desta quinta-feira, 29, ao conquistar a medalha de bronze na categoria até 78 kg feminina nos Jogos de Tóquio. No lendário tatame do Budokan, a atleta gaúcha superou a sul-coreana Hyunji Yoon com uma imobilização e ippon na decisão do terceiro lugar e tornou-se a primeira mulher brasileira e conquistar três pódios olímpicos, repetindo o resultado dos Jogos de Londres-2012 e na Rio-2016.

Mayra, de 29 anos, superou assim uma grave lesão no joelho (ruptura do ligamento cruzado anterior esquerdo) sofrida no fim de 2020. Mesmo não chegando à capital japonesa como favorita, recém-operada, ela conseguiu fazer lutas em alto nível e chorou ao falar do feito. “Estou bem emocionada mesmo, foi a conquista mais importante para mim. Tive que aguentar, superar de novo, não aguentava mais fazer cirurgia, é muito desgastante. Mas continuei e fazer nosso melhor vale a pena”, disse a atleta duas vezes campeã mundial ao SporTV.

  • O sonho do ouro ruiu nas quartas de final com derrota para a alemã Anna-Maria Wagner em luta pelas quartas de final, no qual a gaúcha sofreu um wazari já no golden score. Mayra, porém, que já havia vencido a a israelense Inbar Lanir por ippon aos 40 segundos de combate, superou também Aleksandra Babintseva, do Comitê Olímpico Russo, na repescagem e ganhou o direito de lutar pelo bronze.

    “Nunca chorei tanto. Estava chorando igual criança, está muito entalado. Foi muito tempo de superação, uma atrás da outra. E, hoje, poder concretizar com uma medalha é muito importante para mim por tudo o que aconteceu, tudo o que vivi”, completou Mayra ao COB.  A medalha de ouro dos 78 quilos ficou com a japonesa Shori Hamada, que venceu a francesa Madeleine Malonga por ippon.

    Continua após a publicidade

    Com a vitória de Mayra, o judô brasileiro, esporte que mais rendeu medalhas ao país na história dos Jogos, chegou a 24 pódios. Outro brasileiro na disputa do judô nesta quinta-feira, Rafael Buzacarini, eliminado na primeira luta da categoria até 100 kg pelo belga Toma Nikiforov ao sofrer um wazari.





  • Fonte: Veja Esportes