Jorge Sampaoli, treinador do Flamengo, processa Neto por acusação de racismo em programa de TV

Caso corre no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP); expectativa é que o comentarista seja intimado nos próximos dias

EFE/MariscalJorge Sampaoli coleciona passagens por Atlético-MG e Santos
Jorge Samapoli é o atual comandante do Flamengo

O treinador Jorge Sampaoli, do Flamengo, entrou na Justiça contra o apresentador Neto, do Grupo Bandeirantes. O motivo do processo movido pelo argentino tem relação com uma fala do ex-jogador, feita no início de abril, em que acusa o treinador de ser racista na época em que trabalhou no Santos. O caso corre no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), e a expectativa é que o comentarista seja intimado nos próximos dias. O comandante do Rubro-Negro exige uma retratação pública do ídolo do Corinthians. As informações foram publicadas inicialmente pelo “Notícias da TV” e confirmadas pelo Grupo Jovem Pan nesta sexta-feira, 12. Neto foi procurado pela reportagem, mas não quis se manifestar.

O episódio ocorreu em 18 de abril durante o programa “Os Donos da Bola”, da TV Bandeirantes. Na ocasião, Neto mostrou ser contrário à contratação de Sampaoli por parte do Flamengo, que procurava um substituto para Vítor Pereira. Além de citar os resultados do argentino em suas passagens por Santos e Atlético-MG, o apresentador deu a entender que o treinador cometeu racismo contra Sebastião Martins de Oliveira Júnior, o preparador físico do Peixe, conhecido como Arzul. “Um cara que trata mal o Arzul, que é negro. E que é igual a mim, que é igual a você e que é um ser humano incrível. Esse cara, o Jorge Sampaoli, fazia o Arzul ficar fora do vestiário. Ele fez muitas pessoas contratadas antes dele perderem o emprego. Esse cara é nojento. Nunca tratou bem ninguém”, disse. Veja o vídeo abaixo.



Fonte: Jovem Pan